PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Senado tem compromisso com agenda econômica e pretende votar PEC tributária, diz Pacheco

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco - MATEUS BONOMI/ESTADÃO CONTEÚDO
O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco Imagem: MATEUS BONOMI/ESTADÃO CONTEÚDO

Da Reuters, em Brasília

24/08/2021 18h11Atualizada em 24/08/2021 19h05

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou hoje que a Casa tem compromisso com a agenda econômica e que dará andamento à Proposta de Emenda Constituição (PEC) da reforma tributária.

O parlamentar considerou fundamental a busca pelo consenso, sem que isso implique, necessariamente, em "subserviência" às demandas do Ministério da Economia.

Questionado, Pacheco afirmou que mantém diálogo "franco" e "próximo" com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e considerou natural haver divergências de pontos de vista entre as duas Casas.

Os presidentes, de fato, têm posições diferentes a respeito de temas polêmicos, como a PEC de reforma eleitoral encaminhada pela Câmara ao Senado. No campo econômico, segundo relatos de parlamentares, há uma disputa entre as duas Casas em torno da reforma tributária.

Enquanto deputados trabalhavam em cima de um projeto de lei que modifica regras do Imposto de Renda —a proposta enfrenta resistências, foi retirada de pauta, e precisará de um esforço de negociação para ganhar condições de votação— , o Senado deu andamento à PEC que trata do sistema tributário de forma mais ampla e unifica tributos.

PUBLICIDADE