PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Descomplique

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Dívida não é sempre ruim: saiba quando vale a pena fazer um empréstimo

Conteúdo exclusivo para assinantes
Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

23/07/2021 04h00

Dívidas são um mal que assola grande parte da população. Todos os meses elas ocupam parte do nosso orçamento e nos impedem de criar planos para o futuro, além de sacrificarmos vários desejos do presente.

Apesar de serem extremamente prejudiciais na maioria dos casos, algumas dívidas podem ajudar você a antecipar alguns objetivos, montar um negócio ou até mesmo sair de outras dívidas. Separei alguns casos em que criar uma nova dívida pode ser a solução para um problema ou trazer algum benefício para você.

Sair de dívidas

Se você tem dívidas no cartão de crédito ou cheque especial, é bem provável que esteja pagando juros altos para o banco (acima de 10% ao mês). Neste caso, vale a pena fazer um novo empréstimo com juros mais baixos, pegar o dinheiro recebido e usá-lo para pagar a dívida antiga.

Os empréstimos que têm juros mais baixos são aqueles que você dá uma garantia ao credor, como uma parte do seu salário (no caso dos empréstimos consignados), um imóvel, ou um veículo. Em alguns casos, os juros desses empréstimos ficam abaixo de 1% ao mês, o que significa que você paga bem menos pela sua dívida e fica livre dela mais rápido.

Se você optar por fazer um empréstimo desse tipo, é importante fazer um planejamento financeiro bem detalhado e descobrir o quanto pode comprometer do seu orçamento com ele, já que se atrasar o pagamento pode até mesmo perder o bem que deu como garantia.

Começar um negócio

Para quem quer começar na vida de empreendedor, mas não tem capital suficiente para arcar com as despesas iniciais, um empréstimo pode ser a solução para tirar seus sonhos do papel.

Neste caso, é muito importante que todo o planejamento do negócio seja muito bem feito antes de tomar qualquer decisão. Começar um negócio já com uma dívida não é tarefa fácil, mas pode ser a única opção para muitas pessoas. Tente levantar capital de outras maneiras antes de fechar um empréstimo.

Financiar uma casa

O financiamento habitacional pode ser uma alternativa para quem deseja a casa própria mas ainda não tem todo o valor disponível para pagar à vista. Como nas outras situações, também é necessário tomar alguns cuidados.

Não financie imóvel caso esteja em um momento instável da sua vida, por exemplo se começou a trabalhar recentemente ou mudou de profissão, se casou faz pouco tempo. É muito comum que os planos mudem rapidamente nesta época e o imóvel, que servia bem há uns meses, hoje é inadequado.

Também é importante que você tenha uma boa parte do valor do imóvel para pagar à vista. Financie o mínimo possível e fique bastante atento aos custos adicionais que a compra do imóvel proporciona.

É importante que você nunca use um empréstimo para investir ou comprar coisas do dia a dia, como roupas, celulares, eletrodomésticos. Nesse caso, é fundamental juntar dinheiro para pagar a vista ou parcelar esses bens sem que pesem no seu orçamento.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL