PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Econoweek

Fiquei 21 dias sem doce: 4 passos para mudar seus hábitos

Conteúdo exclusivo para assinantes
Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone é economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

19/01/2021 04h00

Em todo começo de ano, muitas pessoas se veem fazendo promessas que, na maioria das vezes, não irão cumprir. São desejos de juntar mais dinheiro, mudar hábitos alimentares, ler uma lista enorme de livros, entre outros.

Alguns deles, é verdade, dependem de forças externas, mas eu diria que a maioria é influenciada pelas nossas escolhas diárias, nossos hábitos.

E você sabia que são necessários apenas 21 dias para mudarmos um hábito? É o que diz o livro "O Poder do Hábito", de Charles Duhigg, best seller envolvendo o tema.

Especialistas dizem que se você conseguir repetir um novo hábito - como economizar, se exercitar ou ler - por 21 dias, a nova atitude entra na sua rotina e torna-se parte do seu dia a dia.

Para 2021, conforme comentei na coluna anterior, resolvi ler mais livros e comer de maneira mais saudável. Fui desafiada a mudar um hábito por 21 dias e testar algumas atitudes para isso. Resolvi começar pela segunda resolução e não comer doce.

Apesar de o meu novo hábito não envolver finanças, o método para promover a mudança é o mesmo. Abaixo, reúno quais são os quatro passos para você mudar um hábito em 21 dias:

Comece aos poucos

Um erro bem comum é se empolgar e tentar mudar tudo de uma vez só. Uma dica: vá com calma!

Sua mente não muda a rotina de uma hora para outra. Se quer comer de maneira mais saudável, como é meu caso, tente cortar certos alimentos (chocolate, doces, frituras, etc) aos poucos. Se quer economizar R$ 1.000, foque nos primeiros R$ 100, depois nos R$ 200 seguintes e assim por diante.

Entenda seus gatilhos

O que te leva a não conseguir cumprir com a sua promessa? Às vezes, o seu gatilho para gastar é ir ao shopping quando está triste. No meu caso com a comida, tenho uma vontade enorme de comer doce após o almoço.

Quando você torna o gatilho algo racional, entende o que está passando no momento em que ele é acionado e não toma mais a atitude de forma automática. A próxima dica pode ajudar a quebrar o ciclo!

Planeje sua rotina

Depois de identificar o gatilho, você pode planejar a rotina de maneira a achar outra recompensa quando ele for ativado. Se ficar triste, vá ao shopping, mas leve apenas uma nota para comprar um sorvete, ou, ainda melhor, vá a um parque em que as tentações de consumo são menores.

Caso o gatilho seja o pós-almoço e doces, ache uma recompensa que te sacie de maneira mais saudável, como uma fruta ou algo sem açúcar. No vídeo acima, além de falar da mudança de hábito, ensino uma receita de brigadeiro de batata-doce sem açúcar.

Tenha um acompanhamento visual

Conforme avance no hábito, sua mente vai dando uma sensação de satisfação. Por isso, é importante ter um acompanhamento visual: pode ser um check no calendário, um diário em que escreva se cumpriu e sua sensação no momento, entre outros.

Soluções que podem ajudar

  • O aplicativo Grão está com um desafio gratuito que estimula as pessoas a economizar dinheiro por 21 dias: R$ 1 no primeiro dia, R$ 2, no segundo, e assim por diante. O dinheiro economizado lá rende mais que a poupança.
  • Para anotar as mudanças de hábito, recomendo o Rabit. Lá você pode ciar um hábito de beber água, se exercitar, economizar, entre outros. Também escolhe o período (manhã, tarde ou noite) e marca no app conforme for concluindo o que se propôs.

Qual hábito você quer mudar em 2021? Deixe no comentário ou, se preferir, fale com o Econoweek pelo canal no YouTube ou pelo Instagram.

PUBLICIDADE