PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Econoweek

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Você se acha velho para começar a investir?

Conteúdo exclusivo para assinantes
Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone

Yolanda Fordelone é economista e jornalista, teve passagens por grandes jornais nas áreas de economia e finanças, foi professora em um curso de graduação em Economia e hoje coordena uma equipe em um aplicativo de gestão financeira. Além disso, se dedica às finanças pessoais no Econoweek.

10/08/2021 04h00

Ainda dá tempo de juntar um bom dinheiro, mesmo se você acreditar que começou a se preocupar com finanças muito velho. Quando ouvimos falar sobre investimento, logo pensamos naqueles jovens que empreenderam aos 12 anos e ficaram ricos, ou então naquelas pessoas que ficam acompanhando o mercado 24 horas por dia.

Assim, fica com preguiça de ter de estudar tudo sobre o mercado e ainda se acha velho. Mas calma: há bons investimentos, mesmo dentro da renda fixa, que no longo prazo fazem a diferença.

No vídeo acima fizemos a conta. Ao investir R$ 500 todos os meses, em 12 anos é possível sair com quase R$ 95 mil. Se fizer um esforço de dobrar o valor mensal (ou seja, aplicar R$ 1 mil por mês), o resgate sobe para R$ 190 mil.

E sabe por que nunca é tarde para começar a investir? Abaixo, lhe daremos alguns motivos.

Vamos viver muito

A expectativa de vida do brasileiro está em torno de 75 anos. Então, mesmo se está na faixa dos 30 anos, ainda há tempo. Você não viveu nem metade do que se espera.

Se investir por 20 anos pode sair com muito dinheiro aos 50 anos, o que ainda é jovem para os padrões atuais.

Investimentos são seguros e ganham da inflação

O segundo ponto é entrar no jogo dos investimentos para ganhar da alta de preços. Todo mundo viu a inflação do mercado, da gasolina e de diversos outros itens.

Também não era fácil na época de quem viveu antes da moeda real, mas antigamente muitos investiam em imóveis na esperança de não verem o valor da moeda cair.

Hoje em dia, o mercado evoluiu e hoje há investimentos de instituições seguras e que ganham da inflação. Agora, se ficar no jogo no time da poupança, aí pode perder feio para a alta de preços.

Investimento não é coisa de rico

Tem também quem acredita que precisa ter muito dinheiro para investir. Preso a essa crença, a pessoa espera ganhar muito dinheiro ou algo extra, como uma herança, para investir.

Nos investimentos, a persistência e frequência é que fazem a diferença, conforme mostramos no vídeo. Além disso, as aplicações são acessíveis. No Tesouro Direto, por exemplo, você consegue começar a aplicar com R$ 30. CDBs (Certificados de Depósito Bancário) podem ser encontrados a partir de R$ 50.

Eu, Yolanda, tenho 34 anos e juntei 60% do que tenho hoje nos últimos três anos. Conto abaixo um pouco da minha história.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL