PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Cotações

Com Dilma reeleita, dólar sobe 2,7%, maior alta em 3 anos, e vai a R$ 2,523

Do UOL, em São Paulo

27/10/2014 17h20Atualizada em 27/10/2014 17h23

dólar comercial fechou em alta de 2,68% nesta segunda-feira (27), cotado a R$ 2,523 na venda, após a presidente Dilma Rousseff (PT) vencer a disputa contra Aécio Neves (PSDB) e conquistar a reeleição. Foi a maior alta percentual diária em quase três anos, desde 23 de novembro de 2011, quando o dólar havia subido 2,94%. 

Na sexta-feira (24), o dólar havia caído 2,26%, maior queda desde 18 de novembro de 2013, quando recuou 2,3%. Ainda assim, o dólar fechou a semana passada acumulando alta de 1,01%. 

Contexto político

A reeleição da presidente Dilma deixou os investidores apreensivos com o futuro da política econômica do país.

"O mercado está operando no escuro", afirmou o superintendente de câmbio da corretora Intercam, Jaime Ferreira, à agência de notícias Reuters. "Nós sabemos quem é o presidente, mas agora queremos saber quem é o ministro da Fazenda e como de fato vai ser esse próximo governo. Só aí vai dar para saber onde o dólar vai se acomodar".

Dilma, cuja política econômica é alvo de críticas nos mercados financeiros, foi reeleita no domingo com o eleitorado mais dividido desde a redemocratização do país.

Apesar de a presidente ter acenado com o diálogo, investidores mostravam-se céticos. Segundo analistas ouvidos pela agência de notícias Reuters, os mercados financeiros devem continuar instáveis até que ela dê sinais concretos de que está disposta a mudar a política econômica.

Mais sobre Bolsa e dólar

  • UOL

    Direto da Bolsa

    Dólar e Bolsa são influenciados pelas notícias do dia. Leia os destaques de hoje aqui

  • Thinkstock

    UOL Invest

    O simulador de Bolsa UOL Invest é grátis e permite que você aprenda como investir e concorra a tablets e passagens aéreas. Acesse por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: uolinvest.economia.uol.com.br)

  • Alex Almeida/Folhapress

    Consulte suas ações

    Quer saber o preço de suas ações preferidas? Consulte o UOL Cotações, veja gráficos no formato que quiser, desempenho no dia e histórico de 1 ano. Acesse por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: http://uol.com/bfdNjz)

  • Shutterstock

    Histórico do dólar

    Precisa saber quanto estava custando o dólar, o euro, o peso argentino um tempo atrás? Veja o histórico do UOL Cotações de até 1 ano para as principais moedas do mundo. Acesse grátis por computador e tablet (clique nesta mensagem) ou celular (digite ou copie: http://uol.com/bwdPmd)

 

Intervenções no mercado de câmbio

As atuações do Banco Central no mercado de câmbio também influenciaram o resultado desta sessão.

O BC manteve seu programa de intervenções diárias, com as novas regras anunciadas em junho, vendendo os 4.000 novos contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda futura de dólares) ofertados. Deles, 3.100 têm vencimento em 1º de junho de 2015 e 900 são para 1º de setembro do próximo ano.

O BC também realizou mais um leilão para rolar os contratos dólar que vencem em 3 de novembro. Foram vendidos 8.000 swaps: 5.400 para 3 de agosto de 2015 e os outros 2.600 para 1º de outubro do próximo ano. A operação movimentou o equivalente a US$ 393,4 milhões.

Ao todo, o BC já rolou o equivalente a US$ 7,472 bilhões, ou cerca de 85% do lote total do mês que vem, que corresponde a US$ 8,84 bilhões.

(Com Reuters)

Saiba quais são os motivos do sobe e desce do dólar, as medidas adotadas pelo governo e quem essa oscilação beneficia

Entenda

PUBLICIDADE

Cotações