Bolsas

Câmbio

Bolsa sobe no dia e volta a bater recorde; na semana, acumula alta de 1,23%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta sexta-feira (13) em alta de 0,43%, a 76.989,79 pontos. Com isso, o índice atinge sua maior pontuação de fechamento na história, ultrapassando o recorde alcançado na última terça-feira (76.897,21 pontos). Na última quarta-feira, véspera de feriado, o índice caiu 0,31%. 

Com isso, a Bolsa fecha com alta acumulada de 1,23% na semana. 

A alta desta sexta-feira foi influenciada, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da mineradora Vale (+5,82%) e da Ambev (+2,31%).

Por outro lado, os papéis da Petrobras (-0,36%) e dos bancos Bradesco (-0,76%) e Itaú (-0,82%) caíram. As ações do Banco do Brasil (+0,05%) fecharam quase estáveis. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Fora do Ibovespa, as ações da Oi (OIBR4) fecharam em alta de 23,76%, a R$ 5, após a empresa entregar seu plano de recuperação judicial à Justiça do Rio de Janeiro. 

Na quinta-feira (12), a Bolsa ficou fechada por causa do feriado de Nossa Senhora Aparecida.

Dólar cai 0,66%, a R$ 3,149

dólar comercial fechou em baixa de 0,66%, cotado a R$ 3,149 na venda. Na última quarta-feira, a moeda norte-americana fechou em queda de 0,43%. Com isso, o dólar acumula desvalorização de 0,3% na semana, a segunda seguida de baixa. 

O movimento da moeda no exterior influenciou a sessão desta sexta-feira. A divulgação da inflação dos Estados Unidos mais fraca do que o esperado em setembro aliviou temores de que o banco central do país possa elevar os juros mais do que o previsto. Juros maiores nos EUA podem atrair para lá recursos aplicados em outras economias onde as taxas são hoje mais vantajosas, como a brasileira.

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos