IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Cotações


Dólar tem segundo dia de queda, mas fecha acima de R$ 4; Bolsa cai 0,13%

Do UOL, em São Paulo

22/05/2019 17h10Atualizada em 22/05/2019 19h25

O dólar comercial fechou em queda de 0,19%, cotado a R$ 4,04 na venda, no segundo recuo seguido. Ontem, o dólar havia caído 1,39%.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, terminou o dia em queda de 0,13%, a 94.360,66 pontos, depois de ter registrado altas superiores a 2% nos dois pregões anteriores.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Taurus cai com recuo em decreto

As ações da fabricante de armas Taurus tiveram quedas fortes após mudança no decreto sobre porte de armas no país. Entre outros pontos, o Planalto informou que "não será conferido o porte de arma de fuzis, carabinas, espingardas ou armas ao cidadão comum".

Os papéis preferenciais da Taurus (FJTA4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, caíram 3,53%, enquanto os ordinários (FJTA3), com direito a voto em assembleia, registravam baixa de 2,45%. A Taurus não faz parte do Ibovespa.

Natura dispara 9% por negociação com Avon

As ações da Natura (NATU3) lideraram as altas do dia na Bolsa, e fecharam com ganhos de 9,43%, a R$ 61,50, após a companhia confirmar que estava negociando a compra da rival norte-americana Avon.

A conclusão da aquisição foi anunciada pouco depois do fechamento do pregão pela fabricante de cosméticos. A Natura é uma das empresas listadas no Ibovespa.

Reforma tributária avança no Congresso

O mercado continua acompanhando o desdobramento de importantes projetos no Congresso Nacional, como a reforma da Previdência e a medida provisória que reformula a composição administrativa do governo.

Em sua primeira etapa no Congresso, o projeto de reforma tributária foi aprovado hoje pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados. O texto segue agora para a comissão especial da Câmara.

A percepção de analistas é de que, mesmo que o governo siga desorganizado na articulação política, o Congresso está comprometido em avançar com a pauta econômica. Isso tem encorajado os investidores, após dias de turbulência nos mercados na semana passada, e ajudou na melhora dos principais indicadores financeiros do país.

Na semana passada, a Bolsa acumulou perda de 4,52% e havia atingido seu menor nível no ano, enquanto o dólar passou da marca dos R$ 4 pela primeira vez desde as eleições do ano passado.

(Com Reuters)

Entenda como funciona o câmbio do dólar

UOL Notícias

Mais Cotações