ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Finanças pessoais

Não guarda dinheiro e está aflito com futuro? App mede bem-estar financeiro

Divulgação
Tela do app SPC Consumidor, que faz autoavaliação financeira Imagem: Divulgação

Camila Mendonça

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/10/2018 04h00

Cerca de 60% dos brasileiros não estão cuidando do seu futuro financeiro, e isso prejudica o bem-estar. Os dados se referem aos usuários de um aplicativo que mede o impacto da falta de dinheiro na vida das pessoas e tenta ajudar a mostrar os pontos que precisam de mudanças.

"A situação financeira afeta as pessoas psicologicamente. Verificamos que há uma relação entre má gestão das finanças, ansiedade, depressão e até violência”, afirmou Flávio Borges, superintendente de Finanças do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito).

Leia também:

A CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas), o SPC Brasil e a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) lançaram aplicativo que avalia o bem-estar financeiro das pessoas. Está disponível para Android e iOS

A ideia é baseada no modelo desenvolvido pelo Consumer Financial Protection Bureau (CFPB), órgão americano de proteção ao consumidor, uma espécie de Procon dos serviços financeiros nos Estados Unidos,

Chamado de SPC Consumidor, o aplicativo funciona como uma ferramenta de autoavaliação financeira. O usuário se identifica como empreendedor, estudante, trabalhador ou desempregado e responde a dez perguntas sobre sua saúde financeira.

Passado e futuro

De acordo com Borges, as perguntas avaliam a percepção da pessoa sobre suas finanças no presente e no futuro. Com o teste, os consumidores avaliam pontos objetivos, como as condições para arcar com despesas inesperadas e se eles conseguem fazer sobrar dinheiro no final do mês.

O teste também avalia pontos subjetivos, como o sentimento de cada um em relação às finanças atuais, ou se a percepção que o consumidor tem é que ele consegue aproveitar bem a vida ou apenas sobrevive com o que tem.

Há perguntas sobre o futuro, a respeito de como a pessoa está assegurando sua vida anos à frente e o nível de preocupação com as economias que tem.

O que é bem-estar financeiro?

Segundo Borges, bem-estar financeiro é quando você tem a capacidade de honrar as suas obrigações financeiras, sente-se seguro com relação ao futuro financeiro e pode fazer escolhas que lhe permitam aproveitar a vida.

Há quatro fatores que revelam bem-estar financeiro:

  • Controle sobre as finanças
  • Liberdade financeira para aproveitar a vida
  • Foco e compromisso com os objetivos financeiros
  • Proteção contra imprevistos

A partir destes aspectos, a instituição criou o indicador de bem-estar financeiro. Quanto mais próximo de cem, maior o nível médio de bem-estar financeiro da população; quanto mais distante de cem, menor o nível de bem-estar.

“Esses quatro elementos estão relacionados a dimensões do presente e do futuro. Quando a pessoa tem esses quatro elementos equilibrados, ela alcança o bem-estar financeiro, porque ela não tem medo de imprevistos, tem segurança e liberdade de escolha”, afirmou Borges.

Como anda o seu bem-estar financeiro?

O indicador do bem-estar financeiro mostra que o brasileiro ainda está bem longe de se sentir seguro em relação ao próprio dinheiro.

Em agosto, 62,6% dos usuários do aplicativo disseram que nunca têm dinheiro sobrando no final do mês, e 32,4% afirmaram que a situação financeira deles permite apenas sobreviver, e não viver plenamente.

“Percebemos que há um conforto financeiro maior em relação ao presente e menor em relação ao futuro. Esse medo do futuro afeta o bem-estar”, disse Borges. “Falta ao brasileiro planejar e conseguir ter mais tranquilidade no futuro.”

Se não sabe responder a estas 5 questões, será muito difícil ficar rico

UOL Notícias

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Finanças pessoais