PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Evento ensina 3 hábitos que todo investidor deve ter e 3 erros para evitar

Conteúdo exclusivo para assinantes

Do UOL, em São Paulo

23/03/2021 14h00

Em 2020, os brasileiros deixaram quase R$ 167 bilhões parados na poupança —esse foi o maior volume da história, segundo o Banco Central. A crise provocada pelo coronavírus deixou quem tinha algum dinheiro mais desconfiado. Nessa hora, a poupança ganha espaço, disse o economista Felipe Bevilacqua, durante o primeiro dia do evento gratuito e online "O Domínio do Dinheiro", do UOL Economia+ e da casa de análises Levante Ideias de Investimento.

O problema é que dinheiro parado na poupança é furada. "Existem investimentos mais seguros do que a poupança e que trazem retornos melhores", afirmou Bevilacqua, analista e sócio-fundador da Levante. O evento começou nesta terça-feira (23) e vai até quinta (25). Você ainda consegue assistir à primeira aula aqui.

Se você não quiser perder os próximos conteúdos do evento, se inscreva aqui:

Ao clicar em “Enviar”, você concorda com a Política de Privacidade do Grupo UOL e aceita receber e-mails de produtos e serviços do Grupo UOL e demais empresas integrantes de seu grupo econômico. O Grupo UOL utiliza as informações fornecidas para entrar em contato ofertando produtos e serviços. Você pode deixar de receber essas comunicações quando quiser.

Confira abaixo os aprendizados do primeiro dia.

Poupar x investir

Na aula, o economista explicou por que deixar o dinheiro parado na poupança é uma das maiores ciladas dos investidores iniciantes. Com os juros a 2,75% ao ano, a poupança rende 70% dessa taxa — em torno de 1,92%.

A inflação projetada para este ano é de 4,75%. Com a inflação acima da rentabilidade da poupança, quem deixa dinheiro lá está perdendo para a inflação.

Bevilacqua ainda explicou a diferença entre poupar e investir.

Poupar é o hábito de pegar uma parte do seu salário e guardar. O investidor tem uma visão diferente. Ele pega uma parte e coloca o dinheiro para rodar e girar. Isso tem uma diferença grande. O melhor momento para investir é agora.
Felipe Bevilacqua

Os 3 hábitos dos investidores

Para ajudar quem está começando agora a sair da poupança e começar a investir, o economista listou três hábitos que todo investidor precisa ter para prosperar:

  1. Organize as finanças: anotar, fazer contas e manter um controle sobre os gastos e as receitas. Todas essas tarefas precisam estar na vida de todo mundo, principalmente de quem quer começar a investir e cuidar melhor do próprio dinheiro;
  2. Reserve um tempo para os investimentos: o analista recomenda reservar 15 minutos por semana para olhar de forma mais atenta para o seu dinheiro. Quem ainda não investe deve reservar esse tempo para estudar um pouco. Para quem já investe, a recomendação é usar esse tempo para entender como e quanto o dinheiro está rendendo.
  3. Não olhe para a Bolsa todos os dias: para o analista, o investidor de sucesso deve estar focado no longo prazo. Por isso, não adianta olhar para a Bolsa de Valores todos os dias.

Os 3 erros dos investidores

Todo investidor comete erros, principalmente quem está começando agora. Para evitá-los, o economista citou os três maiores erros.

  1. Não conhecer os tipos de investimento: investir sem conhecer a dinâmica de cada investimento é o maior risco dos investidores, segundo o analista;
  2. Agir na emoção: olhar a Bolsa cair e ficar desesperado é outro grande erro. Segundo o economista, é preciso agir com a razão e não com a emoção;
  3. Não diversificar: colocar todo o dinheiro no mesmo tipo de investimento é outro grande erro.

Você sempre tem de balancear sua carteira com ações, fundos, títulos, investimentos no exterior. Colocar tudo em um lugar só é pedir para se dar mal.
Bevilacqua, da Levante

O grande mito dos investimentos

No primeiro dia de evento, o economista também falou sobre o grande mito dos investimentos: o de que é preciso ser milionário para investir.

"Isso mudou completamente. As barreiras dos bancos caíram, os juros caíram e a inflação está controlada. Você não precisa ter muito dinheiro para investir", afirmou.

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo analista Felipe Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

PUBLICIDADE