PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Combustível e dólar altos e risco de recessão prejudicam ações de aéreas

só para assinantes

Rafael Bevilacqua

29/07/2022 09h16

Muitos investidores brasileiros frequentemente cometem o erro de analisar os resultados de empresas estrangeiras e presumir que a tendência observada no exterior se estenderá para as companhias brasileiras.

Confira a seguir o comentário de Rafael Bevilacqua, estrategista-chefe e sócio-fundador da casa de análise Levante Ideias de Investimento, sobre o tema. Todos os dias, Bevilacqua traz notícias e avaliações de empresas de capital aberto para você tomar as melhores decisões de investimento. Este conteúdo é acessível para os assinantes do UOL. O UOL tem uma área exclusiva para quem quer investir seu dinheiro de maneira segura e lucrar mais do que com a poupança. Conheça!

Na quarta-feira (27), de olho em resultados de empresas aéreas estrangeiras, diversos investidores adquiriram ações da companhia aérea Gol (GOLL4), na expectativa de que a empresa reportaria números sólidos, como alguns pares internacionais. Esse movimento fez com que as ações da empresa subissem 10,93%, fechando o pregão cotadas a R$ 9,03.

Contudo, na quinta-feira (28), a realidade bateu à porta, e a Gol reportou prejuízo líquido de R$ 2,85 bilhões no segundo trimestre, revertendo o lucro de R$ 642,9 milhões registrado um ano antes.

A companhia conseguiu aumentar sua receita operacional líquida em 215,3% no segundo trimestre na comparação anual, totalizando R$ 3,2 bilhões. Contudo, os custos e despesas operacionais da empresa somaram R$ 3,4 bilhões no trimestre, um crescimento de 86,8% com relação ao mesmo período do ano anterior, impulsionado principalmente pelo aumento de 285,1% dos custos com combustível de aviação.

A companhia também teve gastos de R$ 597 milhões com juros sobre empréstimos, além de prejuízo de R$ 2 bilhões com a variação cambial, ou seja, a alta do dólar com relação ao real.

A dívida líquida da companhia atingiu R$ 23,8 bilhões, crescimento de 50,9% em um ano. Com isso, a alavancagem medida pela relação dívida líquida/Ebitda ficou em 9,5 vezes no final do trimestre. Vale lembrar que o valor de mercado da Gol é de cerca de R$ 3,7 bilhões.

O resultado revela o tamanho do desafio enfrentado pelas companhias aéreas agora. Mesmo com alta das receitas e uma gradual retomada da demanda por viagens aéreas, o aumento dos custos operacionais e do endividamento ainda pesam muito nos balanços dessas empresas.

Avalio que se trata de um momento ruim para o setor aéreo brasileiro, com o risco do investimento sendo desproporcional aos possíveis, mas não prováveis, ganhos em caso de uma melhora de cenário no médio prazo. Com os preços dos combustíveis em patamares elevados, o real desvalorizado com relação ao dólar e a possibilidade de uma recessão global no curto prazo, as ações dessas empresas ainda devem sofrer bastante no curto prazo.

As ações da Gol fecharam em queda de 4,65% na quinta-feira, cotadas a R$ 8,61.

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo estrategista-chefe e sócio-fundador Rafael Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.