PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Movida e Weg estão entre as ações mais recomendadas da semana; veja outras

Conteúdo exclusivo para assinantes

Márcio Anaya

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/09/2020 04h00

As carteiras de ações monitoradas pelo UOL Economia+ mostram um equilíbrio nesta semana, com nenhuma empresa liderando sozinha as recomendações. Com isso, Magazine Luiza, Movida, Randon, Via Varejo e Weg ficam empatadas na lista de destaques do período, todas com duas indicações cada, considerando os portfólios divulgados pela Elite Investimentos, Mirae Asset Corretora, MyCap, Terra Investimentos e XP Investimentos.

Desse grupo, chama a atenção a companhia de aluguel de carros Movida, que ingressou na seleção feita pela XP e foi mantida na lista da MyCap. Esse setor ganhou holofotes na semana passada com o anúncio de que as concorrentes Localiza e Unidas pretendem unir seus negócios, o que pode dar origem à maior empresa do segmento no mundo —transação que, no entanto, precisará passar por análise do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Em contrapartida, Localiza e Unidas deixaram a relação da XP e da Elite Investimentos, respectivamente.

Weg

As ações da Weg, companhia de equipamentos eletroeletrônicos industriais com atuação principalmente no setor de bens de capital, despontam como novidade na lista de recomendações semanais, tendo sido incluídas nos portfólios da XP e da Elite. A empresa contabilizou lucro líquido de R$ 514,4 milhões no segundo trimestre deste ano, com alta de 32% em relação a igual período de 2019. No mesmo intervalo comparativo, a receita líquida operacional avançou 23,7%, totalizando R$ 4 bilhões.

Veja os papéis mais indicados para esta semana (de 28/9 a 2/10)*:

  • Magazine Luiza (MGLU3): 2 recomendações
  • Movida (MOVI3): 2 recomendações
  • Randon PN (RAPT4): 2 recomendações.
  • Via Varejo (VVAR3): 2 recomendações
  • Weg (WEGE3): 2 recomendações

*Levantamento feito com base nas carteiras recomendadas pelas seguintes instituições: Elite Investimentos, Mirae Asset Corretora, MyCap, Terra Investimentos e XP Investimentos.

Carteiras recomendadas da semana têm dez alterações

As corretoras monitoradas pelo UOL Economia+ realizaram dez trocas de ações nos portfólios recomendados para esta semana, frente ao período imediatamente anterior. De acordo com o acompanhamento, a Elite Investimentos mudou os cinco papéis indicados, ao passo que MyCap e XP realizaram duas mudanças. A Mirae fez apenas uma alteração e a Terra Investimentos optou por manter sua seleção —pela terceira semana consecutiva.

Confira eventuais mudanças e os portfólios completos indicados

Elite Investimentos

  • Retirou: Duratex (DTEX3), JBS (JBSS3), Magazine Luiza (MGLU3), SLC Agrícola (SLCE3) e Unidas (LCAM3).
  • Carteira recomendada: Eneva (ENEV3), Pão de Açúcar ON (PCAR3), Qualicorp (QUAL3), Vale (VALE3) e Weg (WEGE3).

Obs: mudou todas as ações de uma semana para a outra.

Mirae Asset Corretora

  • Incluiu: Marfrig (MRFG3).
  • Retirou: JBS (JBSS3).
  • Carteira recomendada: Cosan (CSAN3), Gerdau (GGBR4), Iochpe-Maxion ON (MYPK3), Klabin Unit (KLBN11), Magazine Luiza (MGLU3), Marfrig (MRFG3), Randon PN (RAPT4), Romi (ROMI3), Vale (VALE3) e Via Varejo (VVAR3).

MyCap Investimentos

  • Incluiu: CSN (CSNA3) e Suzano (SUZB3).
  • Retirou: Marfrig (MRFG3) e PetroRio (PRIO3).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), CSN (CSNA3), Magazine Luiza (MGLU3), Movida (MOVI3) e Suzano (SUZB3).

Terra Investimentos

  • Carteira recomendada: Banco do Brasil (BBAS3), Iguatemi (IGTA3), MRV (MRVE3), TIM ON (TIMP3) e Via Varejo (VVAR3).

Obs: não houve alterações em relação à semana passada.

XP Investimentos

  • Incluiu: Movida (MOVI3) e Weg (WEGE3).
  • Retirou: JBS (JBSS3) e Localiza (RENT3).
  • Carteira recomendada: Bradespar PN (BRAP4), Carrefour (CRFB3), Movida (MOVI3), Randon PN (RAPT4) e Weg (WEGE3).

O preço e o desempenho das ações podem ser conferidos na página de cotações do UOL Economia.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE