PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Pós-eleições, dívida do governo: 5 tópicos para ficar de olho na Bolsa

Exclusivo para assinantes UOL

Carol Paiffer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

30/11/2020 08h00

Veja no Café com Mercado de hoje (30) os 5 assuntos nos quais os investidores da Bolsa devem ficar de olho nesta semana.

1) Segundo turno das eleições municipais

Ontem (29) aconteceu o segundo turno das eleições municipais no Brasil.

O resultado não terá interferência direta nas pautas mais aguardadas pelos investidores, como reforma fiscal e reforma administrativa, mas dá sinais de possíveis cenários para as eleições presidenciais de 2022. O mercado pode reagir a isso hoje (30).

2) Endividamento do governo

Às 9h30 desta segunda-feira (30), o Banco Central vai divulgar o balanço das contas do governo federal em outubro, juntamente com a relação da dívida do país em relação ao PIB (Produto Interno Bruto).

As informações dão sinais sobre a saúde das contas públicas, bem como da atividade econômica no Brasil. Durante a pandemia, o governo aumentou o endividamento para tentar conter os efeitos da crise.

3) Emprego nos EUA

Na sexta-feira (4), os EUA vão divulgar o relatório de empregos (Payroll) referente a novembro, considerado um dos principais indicadores da economia do país.

Ele é usado como base para tomada de decisão por grandes investidores, que aguardam o dado para confirmar o quanto de risco estão dispostos a correr.

4) Combustível e minério de ferro impulsionam ações

Os preços de combustíveis e do minério de ferro subiram nos últimos dias, com o aumento da demanda mundial pelas matérias-primas.

Isso é bom em especial para empresas de extração e venda desses produtos, como a Petrobras (PETR4) e a Vale (VALE3), cujas ações também passaram por forte valorização.

A Vale fechou a última semana com avanço de mais de 14%, e a Petrobras subiu cerca de 8%.

Devido à forte movimentação da última semana, investidores devem acompanhar de perto as cotações do ferro e do petróleo nos próximos dias.

5) Nova onda de covid-19 e polêmicas na vacina

A farmacêutica AstraZeneca divulgou na semana passada que sua vacina apresentou entre 62% e 90% de eficácia em análises preliminares. A vacina é desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, na Inglaterra.

Mas a metodologia recebeu fortes críticas da comunidade científica e colocou os testes em dúvida. Como reação, a empresa se comprometeu a realizar novos testes.

Com a segunda onda de covid-19 na Europa e nos EUA assustando os mercados, o investidor deve ficar de olho em notícias sobre a vacina.

Fique de olho

De acordo com a casa de análise Recomenda Ações, os investidores devem ficar atentos às ações da Taesa (TAEE11). A companhia apresenta bons fundamentos e sua cotação está abaixo do preço justo.

O programa Café com Mercado é apresentado pela fundadora e presidente da Atom S.A., Carol Paiffer.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Economia+ e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.