PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Economia da China, posse de Biden: 5 tópicos que impactam a Bolsa na semana

Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/01/2021 08h00

Veja no Café com Mercado, do UOL Economia+, cinco assuntos que devem movimentar a Bolsa nesta semana.

1) Economia chinesa

O mercado aguarda os dados do PIB e da produção industrial da China. Os indicadores mostram como anda o aquecimento da economia do país, e isso pode ajudar a dar um rumo às Bolsas internacionais hoje.

2) Posse de Joe Biden

Na quarta-feira (20), Joe Biden tomará posse como presidente dos EUA e vai discursar sobre os rumos que seu mandato deve tomar.

Na semana passada, ele anunciou um pacote de incentivos de US$ 1,9 trilhão, mas isso não animou os investidores. Eles acreditam que haverá dificuldade na aprovação do pacote e temem que a medida seja acompanhada de aumento de impostos.

3) Pandemia piora

O mercado deve monitorar também o avanço no número de casos de covid-19 ao redor do mundo. Algumas regiões da China já anunciaram lockdown, enquanto outros países da Europa aumentam cada vez mais as restrições.

O investidor começa a adotar uma postura de cautela com o temor de que essas restrições atrapalhem a recuperação econômica.

4) Inflação na Europa

Será divulgado na quarta-feira (20) o IPC (Índice de Preços ao Consumidor), que mede a inflação na zona do euro.

Esse indicador ajuda a mapear o comportamento do consumidor e pode afetar a política monetária da região.

5) Economia da Europa

Na sexta-feira (22) será divulgado o PMI (da sigla em inglês, Índice de Gerente de Compras). Ele mede a atividade do setor industrial e de serviços na zona do euro, ajudando o investidor a mapear o aquecimento da economia da região.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Economia+ e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE