PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Renda extra: o que precisa saber antes de investir em ações com dividendos

Exclusivo para assinantes UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/05/2021 04h00

O pagamento de dividendos aos acionistas de uma empresa tem despertado o interesse dos investidores, principalmente os iniciantes. A possibilidade de receber um valor a mais, além da valorização das ações, faz brilhar os olhos de quem quer ver o dinheiro render. Mas você sabe o que precisa para escolher os investimentos que pagam os melhores dividendos?

O assunto foi abordado no Papo com Especialista, programa ao vivo e semanal do UOL Economia+. No programa, o economista César Esperandio falou de um fator sobre dividendos que os investidores precisam entender antes de investir. Veja abaixo que fator é esse.

O Papo com Especialista é transmitido sempre às quartas-feiras, das 12h30 às 13h30, na página inicial do UOL e do UOL Economia+. O programa é exclusivo para assinantes e, após a transmissão ao vivo, fica disponível para consulta.

Dividend Yield: você sabe o que é isso?

Segundo Esperandio, um dos principais fatores na hora de escolher uma ação que pague bons dividendos é analisar o "dividend yield".

"Esse indicador não é exclusivo do mundo das ações, mas é muito inerente à renda variável e também aplicável aos fundos de investimentos imobiliários", disse.

Dividendo é uma maneira de a empresa distribuir seus resultados aos acionistas —quando você investe numa ação, passa a ser dono de um pedacinho daquela companhia.

"Se a empresa dá lucro num determinado período, você vai receber o lucro, um valor proporcional à sua participação societária", disse o economista, explicando que o "dividend yield" é uma conta que analisa o quanto foi distribuído de dividendos ao longo dos últimos 12 meses por ação.

Para consultar o "dividend yield" de uma companhia, uma das plataformas é a Status Invest: clique em ações e faça uma busca avançada da empresa que deseja consultar.

"Se a empresa vai bem, está bem estruturada financeira e estrategicamente, com boa atuação e bem posicionada em seu setor, a expectativa é que ela continue gerando lucro e, assim, distribuindo os dividendos a seus acionistas. Em geral, quanto maior o dividend yield, melhor para o acionista. Isso não é regra, por isso a importância de sempre ficar de olho na empresa onde vai investir", afirmou.

Esperandio disse que os dividendos são periódicos, definidos pela própria empresa em comunicados aos acionistas. É possível checar essa informação também no Staus Invest e também na página de RI (Relacionamento com o Investidor) de cada companhia.

O economista ressalta que não há garantia de pagamento de dividendos por parte da empresa. "São 'n' fatores que podem impactar o resultado de uma empresa: num determinado período, ela pode estar mal posicionada ou ter feito uma grande aquisição. Portanto, não há pagamento de dividendos", afirmou.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

O UOL Economia+ tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita do UOL Economia+, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.