PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Aprenda 3 formas de ter renda constante investindo até R$ 5.000

Exclusivo para assinantes UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/05/2021 04h00

Já pensou em investir e ter ganhos constantes (mensais ou semestrais) sem fazer muito esforço? Este foi o tema do Papo com Especialista. No programa semanal, o economista César Esperandio mostrou três formas de ter renda recorrente passiva, investindo até R$ 5.000.

Assista ao vídeo abaixo e confira toda a análise feita pelo economista. Ele também respondeu a perguntas sobre finanças e investimentos.

O Papo com Especialista é transmitido sempre às quartas-feiras, das 12h30 às 13h30, na página inicial do UOL e do UOL Economia+. O programa é exclusivo para assinantes e, após a transmissão ao vivo, fica disponível para consulta.

Dinheiro extra sem esforço

"A renda passiva é algo que te gera um dinheiro extra sem que você tenha que executar uma tarefa ou trabalhar para isso. Ou seja, você faz o seu investimento e tem a rentabilidade sem se preocupar com isso", afirmou Esperandio.

Confira as 3 formas de conseguir essa renda recorrente passiva:

1) Tesouro Direto

Ao comprar títulos, você está emprestando dinheiro para o governo, que se compromete a devolver o investimento numa data combinada futura mais uma rentabilidade pré-definida. É possível investir em títulos do Tesouro Direto a partir de Investimentos a partir de R$ 31,23.

O economista diz que, dentro do Tesouro Direto, há várias opções de títulos, como o Tesouro Prefixado, Tesouro Selic e o Tesouro IPCA.

No site do Tesouro Direto, você pode consultar as opções disponíveis, de acordo com a rentabilidade e a data de vencimento.

"Até o dia do vencimento, esses títulos vão gerar renda passiva para você. Mas isso não significa que você não possa sacar antes do prazo", disse. A atenção aqui é, dependendo do título, se você sacar antes do prazo, pode perder a rentabilidade de ganhou. Os títulos do Tesouro Direto são considerados os mais seguros do país.

2) Renda fixa privada

Neste caso, ao comprar estes títulos, você empresta dinheiro para empresas privadas —boa parte desses títulos é de instituições financeiras.

"A lógica é a mesma: você empresta dinheiro para o banco, por exemplo, e ele se compromete a devolver o dinheiro numa data futura e com uma rentabilidade combinada", disse o economista.

Você pode encontrar esses títulos, como CDBs, debêntures, LCA, LCI e outros, e comparar rentabilidades, prazos e investimento mínimo no apprendafixa.

"Para ter renda recorrente, é necessário que você diversifique a sua carteira. O ideal é investir todo mês, periodicamente, em títulos com prazos diferentes. Conforme o tempo passa, esses títulos vão vencendo, e você tira a sua renda passiva", explicou Esperandio.

3) Ações e fundos imobiliários

Na renda variável, há duas maneiras principais de você ganhar dinheiro com ações. Uma delas é a valorização do ativo —você compra barato e vende mais caro.

"Mas outra maneira de ter, genuinamente, renda passiva com ações e fundos imobiliários é escolher bons ativos. Ou seja, ao você escolher uma ação de uma empresa saudável, espera-se que ela seja lucrativa e que distribua ao menos 25% dos seus resultados", explicou o economista.

A distribuição é feita proporcionalmente por ação e com certa periodicidade (normalmente, trimestral ou semestralmente).

Nos fundos imobiliários a lógica é a mesma. "Você recebe todo mês a sua cota dos aluguéis dos imóveis que estão nas carteiras dos fundos. Normalmente, esses fundos distribuem 95% desse resultado", disse.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

O UOL Economia+ tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita do UOL Economia+, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL