PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mudanças no Ministério da Economia podem fazer você perder dinheiro?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/07/2021 04h00

Com o anúncio do governo de que haverá dança das cadeiras nos ministérios, como o desmembramento do Ministério da Economia, muitos investidores temem que este novo cenário político possa ter reflexos no mercado financeiro. No Papo com Especialista da última quinta-feira (22), programa semanal e ao vivo do UOL, o economista César Esperandio disse que é preciso entender o que está "por trás dessa medida".

Leia abaixo a análise do economista e assista ao programa completo, que é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e transmitido toda quinta-feira, às 15h.

Enfraquecimento de Guedes não é surpresa

Entre as medidas anunciadas, está o desmembramento do Ministério da Economia, com a recriação do Ministério do Trabalho, agora com o nome de Ministério do Emprego e da Previdência Social.

Onyx Lorenzoni, que está hoje à frente da Secretaria Geral, já está confirmado para assumir a nova pasta.

Para Esperandio, o desmembramento do Ministério da Economia representa o enfraquecimento do ministro Paulo Guedes.

"Isso é uma surpresa negativa? Não, não é. Tanto que se você olhar para a Bolsa vai ver que ela não teve um reflexo imediato disso, com ativos caindo. O enfraquecimento dele já vem acontecendo faz tempo", declarou Esperandio, que é também do canal Econoweek.

Segundo o economista, Guedes tem tido dificuldades de diálogo com o Congresso para aprovar as reformas propostas.

Não se assuste com o sobe e desce

Para ele, apesar de ser um cenário ruim esse enfraquecimento de Guedes, a mudança não é uma novidade para os investidores. "Politicamente é uma grande notícia, mas para o mundo dos investimentos é um 'eu já sabia'. Foi mais ou menos essa sensação", disse.

"Esquecendo todo o papo político por trás disso, em termos econômicos não há nenhum reflexo para o seu investimento nesse primeiro momento", afirmou.

O economista diz que o investidor não deve tomar nenhuma decisão precipitada. "Não se assuste com a volatilidade [sobe e desce] do mercado, porque ela vai existir com ou sem política. É hora de ter sangue frio", declarou.

Papo com Especialista é toda quinta-feira

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, das 15h às 16h, na página inicial do UOL e do UOL Economia+ e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo e-mail uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

O UOL Economia+ tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita do UOL Economia+, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL