PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Ações da JBS são destaque entre papéis mais recomendados da semana

Conteúdo exclusivo para assinantes

Márcio Anaya

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/07/2021 04h00

As ações da JBS, maior produtora de proteínas do mundo, figuram entre os destaques da semana nas carteiras recomendadas por corretoras. Os papéis da companhia têm duas indicações no período, conforme monitoramento feito pelo UOL, que abrange sete instituições.

A empresa se manteve no portfólio selecionado pela XP Investimentos e integra a lista de novidades escolhidas pela Ativa, que afirma, em breve relatório de análise gráfica, que os movimentos recentes das ações da empresa indicam "reversão de tendência de baixa". Confira abaixo outros motivos para o destaque da empresa, e veja as movimentações das carteiras das corretoras.

Ações apresentaram fortes oscilações na Bolsa

Na semana passada, as ações da JBS registraram forte movimentação, o que levou a B3 a enviar ofício à companhia solicitando esclarecimentos a respeito de algum fato que pudesse justificar as oscilações.

Em resposta à Bolsa, no dia 21, a empresa afirmou desconhecer algo específico que tenha motivado o comportamento de suas ações, mas citou algumas divulgações de mercado, entre elas uma reportagem da Reuters a respeito das dificuldades da China no controle da peste suína africana.

No comunicado, a JBS lembrou ainda que o Banco J.P. Morgan divulgou recentemente um relatório positivo sobre a empresa, no qual estima um preço-alvo de R$ 45 para as ações, no fim de 2022, e reitera a avaliação "overweight" (acima da média do mercado), com destaque para a capacidade do grupo de lidar com a crise atual. Como base de referência, os papéis da companhia fecharam cotados a R$ 31,40 no último dia 27.

Outro foco de atenção dos especialistas é a quebra na safra de milho do Brasil, que tem levado a indústria de carnes a recorrer ao cereal importado da Argentina para suprir a demanda pelo insumo para ração. Segundo informações da Reuters, JBS teria adquirido 30 navios de milho no país vizinho.

Os investidores estão atentos também ao balanço financeiro da empresa relativo ao segundo trimestre. De acordo com a companhia, os números serão divulgados no dia 11 de agosto.

Taesa e Tegma lideram exclusões na semana

Após integraram o rol de ações mais indicadas da semana passada, as empresas Taesa (Transmissora Aliança de Energia Elétrica) e Tegma, que atua na logística de veículos, deixaram a lista geral de recomendações das corretoras. Ambas lideram o ranking de exclusões nesta semana, com duas substituições cada.

As units (cesta de ações) da transmissora de energia deixaram de fazer parte das carteiras elaboradas pela Ativa Investimentos e pela MyCap, enquanto a Tegma foi retirada nas seleções divulgadas pela Elite Investimentos e pela Guide.

Confira aqui outros destaques e as carteiras completas de ações recomendadas nesta semana. Os códigos e preços dos papéis podem ser conferidos na página de cotações do UOL Economia.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE