PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Qual o momento certo para começar a investir em fundos imobiliários?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/09/2021 04h00

Quer investir em fundos imobiliários, mas não sabe por onde começar nem quanto aplicar? No Papo com Especialista, programa semanal e ao vivo do UOL, o economista César Esperandio explicou que os fundos de investimentos imobiliários (FII) costumam ser o primeiro passo para quem parte para a renda variável.

Segundo ele, a cota de um fundo imobiliário custa a partir de R$ 50, em média, mas antes de investir nele é preciso seguir um caminho. Entenda abaixo a explicação do economista, e assista ao trecho do programa. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido toda quinta-feira, às 15h.

Siga o caminho tradicional

Segundo Esperandio, para quem começa a investir, o recomendável é seguir o caminho tradicional: ter reserva de emergência montada (de seis a 12 meses dos seus gastos mensais), investir em Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA, e diversificar na renda fixa privada (CDB, LCI, LCA e outros) —ou ao menos conhecer esses investimentos.

"Depois que você já montou uma carteira de investimentos bacana, diversificada o suficiente, alinha aos seus propósitos, aí sim, vale fazer os próximos aportes em renda variável. E os fundos imobiliários costumam ser o primeiro passo aqui", declarou ele, que também é do canal Econoweek.

FII é um condomínio de investidores

O economista explicou que os fundos imobiliários são fundos de investimentos. "É um condomínio de investidores. Um grupão de investidores que se reúnem com um determinado propósito de investir em ativos imobiliários", afirmou.

Existem os FIIs de tijolos, que investem em imóveis residenciais e comerciais, como galpões, lajes corporativas, shoppings, agências bancárias, etc.

"Quando você investe em algum fundo imobiliário, você se torna cotista deste fundo. Passa a ser dono de uma fatia dessa sociedade de diversos imóveis", afirmou. A cota de um fundo imobiliário custa a partir de R$ 50, em média.

Há outros tipos de fundos imobiliários, como os de papel (que investem em CRI, LCI e outros ativos), os fundos de fundos (que investem em cotas de outros fundos) e os híbridos (que investem em prédios e também em ativos de papel).

E como ganhar dinheiro com os FIIs?

O economista explica que a principal forma de ganhar dinheiro com os fundos imobiliários é a distribuição de resultados.

"É equivalente ao aluguel. Isso porque o fundo imobiliário, que é dono de vários prédios, aluga esses imóveis e distribui grande parte da receita dos aluguéis aos cotistas mensalmente", afirmou.

Segundo ele, também há a valorização da cota. "Se os imóveis se valorizam ou os fundos adquirem mais prédios, a sua cota também se valoriza. Então, além do recebimento periódico de receita equivalente ao aluguel, você terá a valorização da sua cota na hora da venda", explicou.

Outra vantagem, disse o economista, é que a distribuição mensal dos aluguéis aos cotistas é isenta de Imposto de Renda (IR). Você paga IR na hora de vender a sua cota, se ela tiver sido valorizada.

"Comprou uma cota e a vendeu mais caro? Daí você paga Imposto de Renda sobre essa diferença", disse.

Quanto você deve investir?

O economista disse que isso depende do seu propósito, do seu apetite ao risco e do quanto você quer investir nesse tipo de ativo.

"Se você já tem a reserva de emergência e diversifica em outros ativos da renda fixa o suficiente para alguns prazos e algumas metas, os novos aportes podem ser em fundos imobiliários", afirmou.

Ele recomendou a consulta dos fundos imobiliários disponíveis em algumas plataformas, como a Status Invest, para você analisar todas as informações deste investimento.

Para quem está começando nos fundos imobiliários, o ideal é testar aplicando pouco, até R$ 100, para entender a dinâmica do fundo e as oscilações.

Vale ressaltar que as condições de investimentos citadas aqui são referentes ao dia 2 de setembro. As taxas podem variar de um dia para o outro.

Papo com Especialista é toda quinta-feira

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, das 15h às 16h, na página inicial do UOL, no UOL Economia e na página de Investimentos, e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo e-mail uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE