PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Em quais ações investir? Joias, shoppings e banco são recomendações de maio

Coleção da Vivara; a empresa está entre as recomendadas para investir em maio - Divulgação
Coleção da Vivara; a empresa está entre as recomendadas para investir em maio Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/05/2022 11h40

Uma carteira bem diversificada, com ações de vários setores, é a escolha da Guide Investimentos para o mês de maio. São dez papéis no total, dentre eles os da rede varejista de joias Vivara (VIVA3), a administradora de shoppings centers Multiplan (MULT3), a mineradora Vale (VALE3) e o Banco do Brasil (BBAS3).

Confira abaixo o porquê das escolhas de cada uma dessas empresas como recomendação de compra de ações.

Vivara (VIVA3)

Vivara (VIVA3) foi uma das escolhidas pela Guide, uma vez que a empresa teve bom resultado no último trimestre de 2021, com vendas das lojas físicas crescendo 21,4% em relação a 2020 —principalmente devido ao aumento de preços dos produtos. Na próxima terça-feira (10) a companhia divulgará os resultados do primeiro trimestre deste ano.

Multiplan (MULT3)

A Multiplan (MULT3), dona do MorumbiShopping (SP) e BarraShopping (RJ), teve uma forte retomada em todas as suas frentes de operação em comparação ao patamar anterior à pandemia, segundo a corretora de investimentos.

Os números prévios de abril indicam que o cenário deve continuar favorável para vendas apesar de o fluxo ainda continuar 4% abaixo de níveis anteriores à pandemia. Isso, para a Guide, é uma oportunidade de crescimento e, portanto, o investidor deve de olho em ações da companhia.

Vale (VALE3)

Vale (VALE3), de acordo com a corretora, é uma das principais beneficiadas pelo aumento do preço do minério internacional e da alta do dólar em relação ao real, pois é uma das principais empresas exportadoras do País e está entre as empresas mineradoras mais relevantes do mundo.

Banco do Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil (BBAS3), para a Guide, mostrou força mesmo em um cenário macroeconômico delicado, com crescimento de 18% no quarto trimestre de 2021 na carteira de crédito em relação ao ano anterior, atingindo R$ 875 bilhões, enquanto manteve a inadimplência de 90 dias controlada em 1,85%.

A corretora indica comprar ações do BB, pois acredita que o crescimento na carteira de crédito e o controle da inadimplência devem continuar ao longo de 2022.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.