IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Americanas pagaram dividendos recordes a acionistas em 2022

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/01/2023 15h26

As Americanas pagaram R$ 333,2 milhões em dividendos no ano passado até setembro, conforme levantamento do TradeMap, Foi o maior valor já distribuído pela empresa nos últimos dez anos, e é maior que o pago por concorrentes diretas. O pagamento foi feito antes da revelação da dívida de R$ 40 bilhões e do rombo contábil de R$ 20 bilhões.

Quanto receberam os acionistas?

  • Quem investe em ações de uma empresa pode receber dividendos, que são a distribuição de parte do lucro da empresa em um período. Quanto mais ações, maior é o retorno.
  • O valor pago pelas Americanas chegou a R$ 0,62 por ação em 2022 até setembro, segundo a Trademap. O balanço das Americanas do quarto trimestre do ano passado ainda não foi divulgado.
  • Os bilionários acionistas de referência das Americanas receberam cerca de R$ 100 milhões em dividendos em 2022 até o terceiro trimestre, diz Einar Rivero, do Trademap.
  • O trio de fundadores do 3G Capital tem atualmente 30,13% das ações da companhia, que também é dona do Submarino, do Shoptime, do Grupo Uni.co (das marcas Puket, Imaginarium e Love Brands) e do Hortifruti Natural da Terra.

E os concorrentes, quanto pagaram em dividendos?

  • Comparando com as suas principais concorrentes Magazine Luiza e Via, nos últimos 10 anos o maior valor já desembolsado foi de R$ 394 milhões no ano de 2013 pela Via.
  • Desde 2013, as Americanas e Lojas Americanas - que se uniram em 2021 - pagaram R$ 1,42 bilhão em dividendos. O valor pago pelo Magazine Luiza foi de R$ 939,12 milhões e pela Via, de R$ 666,67 milhões - a Via não distribui dividendos desde 2019, segundo o Trademap.

De onde saiu o dinheiro das Americanas, se a dívida era tão alta?

Parte do valor pode ter vindo do aumento de capital de R$ 5,9 milhões que a empresa fez em 2020, com um programa de opções de ações realizado pela companhia, segundo Fernando Ferrer, analista de investimentos da Empiricus.

Na época ,a companhia de varejo emitiu 237.137 novas ações ordinárias pelo valor de R$ 13,08 por papel na Bolsa de Valores.

O problema é que pagar dividendos, até hoje, era um sinal de boa saúde da empresa. Não foi o caso das Americanas e agora se espalha a dúvida por todo mercado.
Marcio Loréga, analista-chefe do PagBank

Para Felipe Leão, especialista da Valor Investimentos, o pagamento de dividendos feito pela companhia foi uma mentira usada para sustentar outra mentira: a de que a empresa estava saudável, lucrando e com um nível de endividamento aceitável.

"Acredito que a empresa tenha feito isso para remunerar os novos acionistas que entraram para a companhia com a reestruturação feita no começo do ano passado", diz ele.

Na época, a empresa, que se chamava B2W, diluiu a maior parte das ações dos minoritários. Mas preservou a parte de seus acionistas de referência — Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sicupira.

O mercado, naquele tempo, considerou que foi uma reorganização muito confusa.
Felipe Leão, especialista da Valor Investimentos

    Quem recebeu dividendos da Americanas vai ter que devolver o dinheiro?

    Não. O acionista não tem culpa caso se comprove que a empresa de fato fraudou o baçanço. "O que foi pago não pode ser defeito", garante Leão.

    Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.