IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

Tem dinheiro no fundo do Nubank que sofreu com as Americanas? O que fazer?

17/01/2023 04h00

Um dos fundos que o Nubank recomenda para reserva de emergência (o Nu Reserva Imediata) deu prejuízo em janeiro, causou revolta em clientes e levou o banco aos "assuntos do momento" no Twitter.

Se você tem dinheiro nesse fundo, fique calmo. Na coluna de hoje eu explico por que a grande maioria das pessoas que aplicam no Nu Reserva Imediata não perdeu um só centavo. Mostro, também, qual foi o prejuízo exato dos que perderam. Por fim, faço um comparativo entre o fundo do Nubank e o investimento mais seguro do país para reserva de emergência, o Tesouro Selic, para que você faça um comparativo e escolha onde prefere guardar o seu dinheiro.

Por que o Nu Reserva Imediata ficou negativo em janeiro?

O fundo do Nubank recomendado para reserva de emergência acumula uma perda de 0,26% desde o início de janeiro até a última segunda-feira (16 de janeiro).

Isso ocorreu porque o fundo, indiretamente, emprestou parte dos seus recursos (cerca de 1%) para as Lojas Americanas, empresa que recentemente descobriu inconsistências de R$ 20 bilhões no seu balanço.

Em outras palavras, se você colocou dinheiro nesse fundo, é como se você tivesse emprestado 1% do valor para uma empresa que se encontra em uma situação grave. Entenda mais aqui.

Para quem gosta de termos técnicos, o empréstimo do fundo para as Lojas Americanas se deu por meio de um instrumento financeiro chamado "debêntures", títulos que representam dívidas empresariais.

Quem perdeu dinheiro com o fundo do Nubank

Só perdeu dinheiro com o Nu Reserva Imediata quem aplicou no final de dezembro ou início de janeiro e resgatou ou resgatará o valor entre o dia 12 de janeiro e, aproximadamente o final deste mês.

Se você aplicou no fundo há mais de 30 dias, não perdeu um só centavo. Apenas ganhou menos do que outras aplicações seguras, como o Tesouro Selic (mais abaixo eu trago os números exatos). Nos últimos 30 dias, o rendimento foi de 0,41%.

Caso tenha aplicado no final de dezembro ou início de janeiro e não resgatou nem pretende resgatar nada até fevereiro, provavelmente também não perderá nada. A tendência é que o valor investido se recupere até lá, e mais à frente eu explico o motivo.

Em todos os outros casos, ou seja, para quem aplicou no início de dezembro ou antes, não houve perdas. Também não perdeu quem aplicou a partir de 12 de janeiro.

Entre os que perderam, qual foi o prejuízo?

O cálculo da perda exata varia de acordo com o dia da aplicação e o do resgate, e também com o valor do resgate.

Vamos tomar como exemplo uma pessoa que aplicou no último dia útil de dezembro e resgatou nesta segunda-feira (16). Nesse caso, a perda foi de 0,26% do valor.

Por exemplo, para quem aplicou R$ 100 nesse período e resgatou o valor agora, a perda foi de 26 centavos.

Seguindo a mesma lógica, um investimento de R$ 1.000 gerou um prejuízo de R$ 2,60, enquanto um de R$ 10 mil causou um rombo de R$ 22,60.

Alternativas ao Nu Reserva Imediata

Reservas de emergência podem ser alocadas tanto em fundos DI quanto em um titulo do Tesouro Direto chamado Tesouro Selic.

O Tesouro Selic é a aplicação financeira mais segura do país. Em casos muito raros e pontuais, pode gerar uma pequena perda, que em geral logo se recupera nos dias seguintes.

Já alguns fundos DI podem gerar um retorno um pouco maior, mas, em alguns raros momentos, acabam tendo um prejuízo de até 0,5% no mês, aproximadamente, como foi o caso do Nu Reserva Imediata, que perdeu 0,26% na primeira quinzena de janeiro.

Mas, afinal, o que é melhor: ter segurança total, e um retorno não tão alto, ou ter um retorno maior, com chance de algum prejuízo de vez em quando?

Vamos aos dados.

Fundo do Nubank versus Tesouro Selic

Nos primeiros 15 dias de janeiro, o Tesouro Selic teve um ganho de 0,18%, enquanto o Nu Reserva Imediata teve uma perda de 0,26%. Este cálculo, como todos neste texto, já desconta o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e o IR (Imposto de Renda).

Nos últimos 30 dias, o Tesouro Selic acumulou ganho de 0,75%; já o fundo do Nubank rendeu 0,32%.

Considerando os últimos 12 meses, o lucro do Tesouro Selic ficou em 10,15%, enquanto o do Nu Reserva Imediata alcançou 10,38%.

Em outras palavras, a longo prazo, o fundo do Nubank rendeu ligeiramente mais que o Tesouro Selic, mas a curto prazo deu um prejuízo. Vamos agora tomar a decisão de qual é o melhor.

Como escolher entre o Tesouro Selic e um fundo estilo o do Nubank

Pensemos de forma prática. Se você está guardando dinheiro para reserva de emergência, qual é a chance de você aplicar hoje e ter que resgatar em menos de 30 dias? Imagino que seja pequena.

Mas e se isso ocorrer, de você investir hoje e precisar do dinheiro em duas semanas, qual é a chance de o seu fundo DI ter dado prejuízo justamente nesse período?

No caso do fundo do Nubank, desde que foi criado, em janeiro do ano passado, este é o primeiro mês de prejuízo. Se pegarmos fundos similares mais antigos, a proporção de meses negativos costuma ser ainda menor.

O fundo em que eu deixo minha reserva de emergência se chama "Itaú Privilège". Ele foi criado há exatos 74 meses, dos quais só dois tiveram rentabilidade negativa, sendo uma de -0,1% e outra de -0,16%.

Portanto, vemos que os fundos DI raramente dão rentabilidade negativa e, quando dão, não chega perto de -1%.

Essas duas pequenas perdas do meu fundo DI não me incomodam, pois elas foram compensadas, com folga, por todos os outros meses no positivo. No ano passado, por exemplo, o ganho do Itaú Privilège foi de 10,87%, contra 10,15% do Tesouro Selic.

Na prática, portanto, a diferença de rentabilidade entre o Tesouro Selic e os fundos DI acaba sendo bastante pequena. Minha preferência é pelo fundo DI apenas por causa da praticidade. No aplicativo do meu banco eu prefiro a experiência de investir no fundo do que no Tesouro.

Mas se você não suporta perdas, mesmo que pequenas, em momento algum, o mais adequado, para reserva de emergência, é mesmo o Tesouro Selic.

Em tempo: aqui considerei dois fundos com taxa de administração bem baixa, de 0,3% ao ano cada. Se o seu banco não tiver um fundo DI com taxa inferior a 1%, a tendência é que o Tesouro Selic acabe valendo mais a pena para reserva de emergência.

Alguma dúvida?

Tendo alguma dúvida sobre investimentos, me siga no Instagram e mande uma mensagem por lá. Sua pergunta poderá ser tema desta coluna em breve.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.