IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

ANÁLISE

Como saber quanto preciso poupar para me aposentar e viver de renda?

Aposentadoria: Veja como calcular a sua renda passiva mensal e não perder seu poder de compra - Jub Job/iStock
Aposentadoria: Veja como calcular a sua renda passiva mensal e não perder seu poder de compra Imagem: Jub Job/iStock

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/02/2023 04h00

Como saber quanto eu preciso poupar nos próximos 20, 30 ou 40 anos para a aposentadoria e conseguir ter uma boa renda lá na frente?

No Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, a planejadora financeira Lorena Pires diz que, para calcular sua renda passiva mensal ao se aposentar, você deve considerar a inflação no período, para manter o seu poder de compra. Ela mostra como fazer esse cálculo.

Leia abaixo a análise da planejadora financeira e assista ao programa completo, que é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e transmitido semanalmente, às quintas-feiras, das 16h às 17h.

Para também ter sua dúvida respondida no programa, envie sua questão para o Papo pelo email uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Como se aposentar para viver de renda?

  • Aposentar-se via mercado financeiro significa viver de renda. "Ou seja, ter uma renda que não dependa diretamente do seu trabalho e que seja suficiente para cobrir seus gastos mensais", afirma.
  • A ideia é acumular um patrimônio que promova determinada renda mensal fruto dos investimentos para cobrir os gastos lá na frente.

Essa renda que não depende diretamente do nosso trabalho é o que chamamos de renda passiva.
Lorena Pires, planejadora financeira

Ela diz que a renda passiva mensal vai depender da realidade de cada pessoa. "Para algumas pessoas, uma renda de R$ 5.000 por mês seria suficiente para bancar as despesas mensais; para outras, a renda tem que ser maior, de R$ 40 mil por mês. Então, cada realidade é única", diz a planejadora financeira.

Como calcular quanto será preciso receber na aposentadoria?

Para fazer uma estimativa dos seus gastos mensais ao se aposentar, Lorena sugere:

  • Converse com aposentados do seu ciclo social parecido ou do ciclo desejável para entender quais são os gastos na aposentadoria.
  • Considere que, na aposentadoria, os custos relacionados a planos de saúde aumentam bastante.
  • Faça uma lista com todas as despesas possíveis. O planejamento deve ser voltado para a sua realidade. "Ao longo do tempo, você pode ir fazendo ajustes no seu planejamento. O mais importante é começar", afirma Lorena.
  • Ao fazer essas contas, leve em consideração os valores de hoje.

A ideia é que, ao fazer o cálculo [de qual deve ser sua renda mensal na aposentadoria], esse valor seja corrigido para acima da inflação.
Lorena Pires, planejadora financeira

Por que considerar o rendimento acima da inflação? Ela diz que o rendimento real (acima da inflação) é importante para você não perder o seu poder de compra lá na frente.

Como fazer o cálculo?

O que você precisa entender:

  • Um determinado investimento está rendendo 13% ao ano, mas isso não significa que esse seja o rendimento real. É preciso ainda descontar a inflação do período.
  • Nos últimos 12 meses, o CDI está em 13,61% ao ano, e a inflação, 5,79% ao ano.
  • Fazendo uma conta aproximada, a rentabilidade real no período foi de 7,43% ao ano.

Apesar de visualizar um rendimento de 13,61% ao ano, ela teve, na prática, um rendimento menor, considerando o poder de compra do dinheiro. Então, ao fazer as contas relacionadas a esse acúmulo desejado para a aposentadoria, é preciso considerar essa taxa real.
Lorena Pires, planejadora financeira

E qual o rendimento real a considerar? Segundo Lorena, pensando em prazos mais longos e em carteiras bem montadas e diversificadas, vale considerar uma taxa real de 4% ao ano.

Mas só 4%? Por que não considerar uma taxa real maior? "Estamos em uma fase de ciclo econômico em que a rentabilidade real —considerando o CDI, que é um indexador relacionado aos investimentos de renda fixa— está bastante alta, mas isso não tende a permanecer em períodos de longo prazo. Por isso, precisamos considerar uma média, que é essa taxa de 4% ao ano", diz.

Vale ressaltar que o CDI foi usado como parâmetro, mas não é a única taxa a observar. Lorena diz que, ao montar uma carteira para a aposentadoria, é importante que ela seja diversificada —um pouco de investimentos atrelados ao CDI; uns atrelados à Bolsa; outros à economia global, por exemplo.

Existe alguma ferramenta para simular quanto eu vou precisar juntar para ter uma certa renda no futuro?

Lorena indicou um simulador do Papo de Valor (que pode ser baixado gratuitamente) para fazer essa conta.

Dá para fazer o cálculo de duas maneiras. A primeira é pensando em quanto você pode investir todos os meses. A segunda é pensando na renda que você gostaria de ter no futuro.

Exemplo 1: Quanto vou ter de renda?

  • Valor que você tem investido agora: R$ 50 mil
  • Valor que você investe todos os meses: R$ 500
  • Tempo (em meses): 360
  • Taxa de juros real anual (acima da inflação): 4%
  • Patrimônio acumulado: cerca de R$ 504 mil
  • Renda mensal projetada real (acima da inflação): R$ 1.652

Lorena diz que o valor do aporte mensal deve ser corrigido anualmente, de acordo com a inflação do período.

Exemplo 2: Quanto devo investir?

  • Renda passiva mensal desejada: R$ 7.000
  • Taxa de juros real anual (acima da inflação): 4%
  • Patrimônio necessário: R$ 2,1 milhões
  • Valor que você tem investido agora: zero
  • Tempo (em meses) até viver de renda passiva: 360
  • Valor mensal a investir: R$ 3.120

Se você não consegue juntar tudo que gostaria, ainda assim comece por onde você consegue. É mais desafiador esse passo de começar a juntar do que o passo de aumentar o valor investido.
Lorena Pires, planejadora financeira

A planejadora financeira diz que vale começar com pouco e revise esse projeto de tempos em tempos, para conseguir fazer os ajustes necessários. "Mas tenha em mente também o que seria o valor ideal para a sua aposentadoria", afirma.

Qual um rendimento bom para um plano de previdência?

  • Planos de previdência privada são fundos de investimentos: de renda fixa, de inflação, de renda variável, entre outros. São produtos diferentes e não podem ser comparados.
  • O importante é que, quando você olha para o seu projeto de aposentadoria, a união desses produtos deve ter, ao longo dos anos, uma rentabilidade real de 4% ao ano.

Papo com Especialista é semanal

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, semanalmente, das 16h às 17h, na página inicial do UOL, no UOL Economia e no UOL Investimentos, e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo email uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pela equipe do PagBank Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui. Há ainda conteúdos diários sobre diversos tipos de ativos.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Quer estar sempre bem informado sobre investimentos? Clique aqui e receba notícias e dicas para investir diretamente no seu WhatsApp.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.