Bolsas

Câmbio

Petrobras

Membro do conselho da Petrobras renuncia ao cargo

Marina Lang

Colaboração para o UOL, do Rio

O conselheiro da Petrobras José Alberto de Paula Torres Lima renunciou ao cargo na manhã desta quarta-feira (30).

Lima alegou razões pessoais para a renúncia. A saída acontece em meio a uma crise do abastecimento desencadeada pela greve dos caminhoneiros, que chega ao 10° dia e afetou o fornecimento de combustíveis e outros insumos no Brasil.

Em ato contínuo, petroleiros iniciaram uma greve hoje, com previsão de duração de três dias. Grevistas reivindicam a saída do presidente da Petrobras, Pedro Parente, e a redução do preço dos combustíveis e do gás de cozinha.

Leia também

Torres Lima foi indicado como membro independente pelo Governo Federal. Antes, foi executivo da Shell por 27 anos, além de membro do Conselho da Houston Grand Opera e da ACC American Chemistry Council.

Em nota, a Petrobras informou que os conselheiros remanescentes poderão nomear um substituto que servirá até a primeira Assembleia Geral, conforme previsto no artigo 25 do Estatuto Social da companhia.

Petroleiros que se manifestaram em frente à sede administrativa da Petrobras, no centro do Rio, no começo da tarde de hoje, atribuem a indicação do conselheiro ao cargo a Parente. Não houve registros de incidentes no protesto, que se encerrou às 14h.

Segundo a diretora do Sindicato dos Petroleiros, Natália Russo, 17 terminais da Transpetro e 12 refinarias aderiram à greve nacional.

"Parente está querendo acabar com toda a tecnologia da Petrobras. Todo desenvolvimento de tecnologia fica em segundo plano, e a exportação de óleo fica em primeiro plano", afirmou a líder sindical.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos