ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Temer: Monteiro deve ser CEO efetivo da Petrobras; política de preço segue

Marcelo Camargo-26.abr.2015/Agência Brasil
Ivan Monteiro, presidente interino da Petrobras Imagem: Marcelo Camargo-26.abr.2015/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

01/06/2018 19h38

O presidente Michel Temer disse que vai recomendar ao Conselho de Administração da Petrobras o nome de Ivan Monteiro para ser efetivado como presidente da empresa. Monteiro foi definido hoje como presidente interino após o pedido de demissão de Pedro Parente.

Temer também disse que a política de preços da Petrobras continua. "Continuaremos com a politica econômica que nesses dois anos retirou a empresa do prejuízo e a trouxe para o rol das mais respeitadas do mundo. Não haverá qualquer interferência na política de preços da empresa. Ivan Monteiro é a garantia de que esse rumo permanece inalterado", afirmou o presidente.

Leia também:

Temer também agradeceu a Pedro Parente pelo trabalho feito na Petrobras.

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou nesta sexta-feira (1º) o nome de Ivan Monteiro, diretor-executivo da Área Financeira e de Relacionamento com Investidores, para assumir a presidência executiva da petroleira estatal em caráter interino.

O ex-presidente Pedro Parente saiu em meio a uma forte pressão sobre sua política de preços para os combustíveis. Mas, em sua carta de demissão, divulgada nesta sexta-feira, Parente disse que não houve interferência governamental em seu período no comando da petroleira.

No documento, no entanto, Parente apontou que não queria ser "um empecilho" para a discussão de alternativas políticas pelo governo.

O programa federal de subvenção ao diesel, cujas regras foram publicadas nesta semana, estabelece que governo pagará a Petrobras "em espécie" pelos custos com as mudanças nos reajustes para o combustível.

(Com Reuters)

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia