PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Podcast

Mídia e Marketing

Entrevistas com grandes nomes do marketing, propaganda e criatividade no país


Mídia e Marketing #80: Maitê Lourenço, CEO do BlackRocks Startups

Mais Mídia e Marketing
1 | 25

Renato Pezzotti

Colaboração para o UOL, em São Paulo

13/04/2021 04h01

Criar uma startup é apenas para mini gênios ou este ecossistema está ao alcance de todos? Nesta semana, o podcast Mídia e Marketing, que chega ao seu 80º episódio, recebe Maitê Lourenço, CEO e fundadora do BlackRocks Startups.

"Para se desenvolver uma startup, você precisa de duas coisas: primeiro, ter noção de um problema e saber fazer a pergunta correta para resolver aquele problema. É um desafio enorme fazer este tipo de ação. Depois, encontrar técnicas, formas e pessoas que possam fazer com que sua ideia escale, que consiga chegar em mais gente. Muitas vezes, quem está no dia a dia é quem consegue resolver isso", declara (no vídeo acima, este trecho está a partir de 8:08).

O BlackRocks é uma aceleradora de negócios que capacita e desenvolve empreendedores negros. No papo, Maitê também fala como é fundamental a atuação dos investidores para mudar o racismo estrutural do ecossistema de startups.

"Existe um sistema histórico no Brasil que elimina a possibilidade de que as pessoas negras cresçam nas empresas. Das 500 maiores empresas do Brasil, só 5% têm lideranças negras. E, no ecossistema de startups, negros têm que ser ainda mais criativos", diz Maitê (no vídeo acima, este trecho está a partir de 14:16).

Para a executiva, a ampliação da diversidade é fundamental para transformar todo o ecossistema e vislumbrar melhores resultados. "Ter diversidade é muito importante porque aumenta a possibilidade de acessar outras ideias, outros lugares, outras oportunidades", afirma (a partir de 20:46).

Estudo em parceria com a Bain Company

Na entrevista, Maitê ainda destaca os números do estudo "Panorama do ecossistema de startups no Brasil - Rumo à diversidade racial", lançado em fevereiro deste ano e produzido em parceria com a consultoria Bain & Company.

"Os hubs de inovação, às vezes, pensam em um 'perfil único'. Não dá para pensar em empreendedores sem pensar na população negra brasileira, que representa 51% dos microempreendedores no Brasil. Há a necessidade de se transformar todo ecossistema para que a gente veja resultados diferentes. As empresas precisam fazer isso. É uma questão de sobrevivência" (a partir de 10:03 e a partir de 24:16).

Maitê ainda destaca os desafios da BlackRocks, que hoje conta com patrocínios de empresas como BTG Pactual e TikTok.

"Precisamos acessar mais pessoas, desenvolver mais ações para agregar mais para as startups. Ainda hoje precisamos desmistificar o lugar de falar sobre população negra, ainda mais pensando em inovação tecnologia", diz (a partir de 5:30).