PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Descomplique

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Investimentos que vão dominar a sua carteira no futuro

Conteúdo exclusivo para assinantes
Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

27/07/2021 04h00

Há alguns anos, as opções acessíveis aos investidores brasileiros eram escassas. A poupança reinava soberana, as previdências privadas eram opção para quem tinha um pouco mais de dinheiro e as ações estavam disponíveis para quem queria arriscar em troca de rentabilidade.

Hoje já são centenas de novas opções de aplicação como o tesouro direto, CDBs, debêntures, fundos imobiliários, criptomoedas entre outras. São ótimos investimentos, porém existem outros ativos que aos poucos vêm ganhando espaço no mercado e devem ocupar parte das carteiras dos pequenos investidores.

Separei os ativos que hoje são pouco conhecidos dos investidores brasileiros, mas que no futuro vão fazer parte de toda carteira de investimentos.

ETFs

Os ETFs (Exchange Traded Funds) são um dos investimentos que mais crescem entre os investidores pessoa física no exterior. Com eles você consegue diversificar seu dinheiro entre dezenas ou centenas de diferentes ativos (como ações) comprando um só papel.

A vantagem dos ETFs está na sua grande diversificação com baixo custo, além da grande variedade de setores que são acessíveis por meio desses ativos. É possível investir em bolsas do exterior com ETFs vendidos dentro da bolsa brasileira, por exemplo o IVVB11 (que investe nas 500 ações mais negociadas nos EUA) e o XINA11 (que investem em mais de 700 ações chinesas).

A cada ano surgem novas opções de ETFs e a tendência é que muitos investidores pessoa física passem a confiar grande parte da carteira a esses investimentos.

Investimentos no exterior

Está cada vez mais fácil investir em outros países, principalmente nas bolsas norte-americanas. Hoje existem várias corretoras feitas especialmente para investidores brasileiros, com suporte em português e câmbio de moeda dentro da própria plataforma que permitem o acesso aos ativos do maior mercado do mundo.

Existem inúmeras vantagens em dolarizar os seus investimentos, entre elas a maior diversificação da sua carteira, o que diminui o risco relativo ao mercado brasileiro e a enorme variedade de empresas disponíveis na bolsa norte-americana, incluindo as maiores corporações do mundo.

Criptomoedas

O Bitcoin é o primeiro nome que vem à cabeça quando falamos de criptomoedas. Foi por meio dele que a tecnologia do blockchain nasceu e se expandiu para outros setores. Ele tem a função de fazer transferências entre pessoas, empresas e compras online. Apesar de ser o criptoativo mais famoso, ele não é necessariamente o mais veloz ou com a tecnologia mais apurada.

Atualmente, ainda existem muitas dúvidas e receios entre a população sobre a criptomoeda, porém é quase impossível pensar em um cenário futuro do dinheiro e investimentos sem que todo mundo tenha um pouco de cripto em sua carteira. Como forma de diversificação e proteção, provavelmente o Bitcoin fará parte da sua vida muito antes do que imagina.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL