PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Descomplique

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Já passou um mês de 2022; como manter suas metas financeiras para o ano?

iStock
Imagem: iStock
Conteúdo exclusivo para assinantes
Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

31/01/2022 04h00

Acredite, já passou 1 mês inteiro de 2022. Mais de 30 dias se foram e sabe o que mais está passando rápido também? Suas metas e seus objetivos. Toda virada de ano é a mesma coisa: um monte de promessas para o ano que se inicia.

Ver o calendário e pensar que já passou 1/12 do ano e nada do que foi prometido se cumpriu não é muito animador, não é mesmo? Então, o que fazer para que os próximos 11 meses sejam diferentes e que realmente este ano seja melhor?

Escrever seus objetivos

Se você anotar em algum lugar o que deseja, é menor a chance de esquecer, de deixar para lá e não fazer. Quando você escreve, está se comprometendo consigo e com os seus objetivos.

Anote o que quer em um caderno, na tela do seu celular, em um papel dentro da sua carteira, até mesmo na sua geladeira, e deixe sempre visível para que possa bater o olho e se lembrar do seu compromisso. Por exemplo: vou sair das dívidas em 6 meses.

Compartilhe com alguém

Contar seus objetivos para alguém próximo é muito bom, pois além de estar se comprometendo novamente com você mesmo, agora está falando para outra pessoa, o que tem um peso muito maior. Sempre que falar com essa pessoa ou encontrá-la, vai se lembrar da sua promessa e com certeza vai querer concretizá-la.

Você definitivamente não vai querer decepcionar outra pessoa e vai querer ter uma resposta sobre sua evolução quando seu desempenho for questionado. Se o seu objetivo é pagar algumas dívidas, conte de quais já conseguiu se livrar e como está o restante.

Seja realista

Ainda temos aproximadamente 335 dias este ano para aproveitar, então vá com calma e seja realista com o que pode fazer. Se você nunca conseguiu juntar nada de dinheiro antes, não coloque o objetivo de economizar R$ 200.000 em 5 meses. Infelizmente, vai ser muito difícil conseguir atingir isso e o pior, vai acabar desanimando e parando no meio do caminho. Seja coerente com o que você pode fazer.

Divida em pequenas metas

Pensar no seu objetivo como um todo pode fazer com que você se assuste. Porém, se você quebrar em pequenas metas, mês a mês, ficará muito mais fácil seguir em frente. Seguindo nosso exemplo de dívida, se você deve R$ 3.000, pode ser difícil pensar em quitar de uma vez só, mas quando pensa em juntar R$ 300 por mês, em 10 meses consegue todo o valor para sair daquela situação. Esse com certeza é um número mais realista, animador e vai fazer com que você atinja seu objetivo com mais rapidez.

Não seja tão bonzinho assim

Sonhar alto e rápido demais não vai ser interessante, porém desejar pouco, colocando metas e expectativas abaixo do que você é capaz, também não é legal. Se você consegue alcançar aquilo que deseja rapidamente, perde a graça fácil. Desafie-se, vá um pouco mais do que você já fez. Pense em cada mês e o quanto você pode fazer e se comprometer.

Ter objetivos é importantíssimo para nos fazer ficar no trilho, porém só isso não basta. Escreva-os, se comprometa com eles, compartilhe-os, divida-os em metas menores e, claro, entenda se realmente faz sentido para a sua vida mantê-los.

Estamos apenas no começo do ano. Não considere já este ano como perdido e não volte a manter velhos hábitos. Está na hora de mudar e ir além do que você já conquistou. Lembre sempre que as suas escolhas trouxeram você até aqui, mas se deseja ir além precisa mudar e se comprometer de verdade.