PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Cotações

Dólar sobe e fecha a R$ 3,697, após 2 quedas; Vale puxa queda da Bolsa

Do UOL, em São Paulo

23/10/2018 17h13Atualizada em 23/10/2018 17h53

dólar comercial fechou esta terça-feira (23) em alta de 0,27%, cotado a R$ 3,697 na venda, após duas quedas consecutivas. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em baixa de 0,35%, a 85.300,03 pontos, depois de dois ganhos seguidos.

Na véspera, a moeda norte-americana caiu 0,74%, e a Bolsa teve alta de 1,63%.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Leia também:

Vale e Petrobras caem; bancos sobem

Entre os destaques da Bolsa, as ações da mineradora Vale (-2,78%) e da Petrobras (-1,88%), que têm grande peso no Ibovespa, fecharam em queda.

Por outro lado, os papéis dos bancos Bradesco (+0,36%), Banco do Brasil (+0,35%) e Itaú Unibanco (+0,35%) registraram alta. Eles também pesam bastante no índice. 

Dona das Casas Bahia dispara quase 10%

As ações da Via Varejo (dona das Casas Bahia e do Ponto Frio) tiveram forte avanço pelo segundo dia seguido. Os papéis, que já haviam subido 7,32% na véspera, fecharam em alta de 9,92% nesta terça. Investidores aguardavam o balanço do terceiro trimestre da empresa, previsto para a noite de quarta-feira (24), apesar de expectativas negativas entre analistas para o desempenho da companhia, que, segundo eles próprios, já estão refletidas nos papéis.

Preocupação com o exterior

O mercado foi afetado pelo cenário externo, diante da desaceleração da economia chinesa, de impasses envolvendo a saída do Reino Unido da União Europeia e de problemas com a questão fiscal na Itália. 

A Comissão Europeia rejeitou nesta terça-feira a proposta de Orçamento da Itália para 2019 por entender que ela infringe regras da União Europeia de forma "nunca antes vista". A comissão disse que os gastos previstos são excessivos e pediu para que o país envie um novo documento em três semanas.

A Itália afirmou que cumprirá o prazo, mas defendeu a proposta, dizendo que a única maneira de reduzir a sua dívida é estimulando o crescimento econômico.

Eleições no Brasil

Investidores continuam acompanhando o cenário eleitoral brasileiro. Na noite desta terça-feira, deve ser divulgada nova pesquisa de intenção de votos do Ibope. Pesquisas eleitorais têm apontado ampla vantagem de Jair Bolsonaro (PSL) sobre o petista Fernando Haddad na corrida presidencial.

O mercado considera que Bolsonaro faria um governo mais comprometido com reformas econômicas e com o controle de gastos, devido, principalmente, ao perfil liberal de seu principal assessor econômico, Paulo Guedes.

Resultados de pesquisas, notícias sobre candidatos e boatos deixam o mercado financeiro agitado, favorecendo a especulação na Bolsa de Valores e no câmbio.

Atuação do BC

O Banco Central vendeu nesta sessão 7.700 contratos de swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 6,16 bilhões do total de US$ 8,027 bilhões que vence em novembro. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

(Com Reuters)

PUBLICIDADE

Cotações