PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Cotações

Fabricante de armas disparou 181% na Bolsa em 2018 e liderou ganhos no ano

Do UOL, em São Paulo

28/12/2018 20h04

As ações da fabricante de armas Forjas Taurus ficaram entre as maiores altas da Bolsa em 2018, diante da expectativa de que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, facilite o acesso a armas no país.

Os papéis ordinários da empresa, com direito a voto em assembleia, subiram 180,8% no ano e os preferenciais, com prioridade na distribuição de dividendos, acumularam valorização de 130,9%, segundo levantamento da empresa de informações financeiras Economatica.

Outro destaque deste ano na Bolsa foi a Cemig. As ações preferenciais subiram 116,7%, impulsionadas pelas declarações do governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema, de que pretende privatizar a companhia de energia.

A lista de maiores altas do ano traz, ainda, as ações das varejistas Magazine Luiza (126,36%) e B2W Digital (104,98%), que subiram em função da melhora dos seus resultados financeiros e da expectativa de recuperação da economia.

Incorporadora despencou 70%

Em contrapartida, as maiores baixas de 2018 na Bolsa foram da incorporadora Viver (-70,36%), da processadora de cartões Cielo (-58,15%) e da empresa de administração de planos de saúde Qualicorp (-56,90%).

Petrobras PN subiu quase 50%

Entre as ações mais negociadas da bolsa brasileira, Petrobras PN acumulou valorização de 46,84% no ano, enquanto a ação ON da estatal de petróleo avançou 51,67%. A mineradora Vale ON registrou alta de 31,81%. Entre os bancos, Itaú PN subiu 33,51% em 2018, Bradesco PN ganhou 29,89% e Banco do Brasil ON valorizou-se 52,40%.

Ambev recuou 25% no ano

Na contramão do mercado, as ações da fabricante de bebidas Ambev caíram 25,37% em 2018.

Cotações