PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Você sabe quais são as melhores opções para investir em 2022?

Conteúdo exclusivo para assinantes
Valter Police

Valter Police

Planejador Financeiro CFP(R), é o Head da Academia Fiduc, além de administrador de carteiras registrado na CVM.

27/12/2021 04h00

Essa é a dúvida do momento e, ao final desse artigo, você saberá as melhores formas de investir no próximo ano. Embora essa pergunta seja feita todos os anos, as respostas só servem como curiosidades ou ainda como propaganda para vender produtos de investimento para você.

Se você acha que a resposta para essa pergunta é a indicação de uma determinada ação, um título de renda fixa ou mesmo criptomoeda, sinto muito por te desapontar. A resposta mais honesta para quem faz essa pergunta é: eu não sei, mas não estou sozinho nessa. Nem eu nem ninguém sabe essa resposta, e a grande verdade é que quem alega saber provavelmente tem interesses diferentes dos seus e está tentando te vender alguma coisa.

Sempre existem mudanças no cenário econômico, e essas mudanças servem como desculpa para que produtos de investimento possam ser vendidos com mais facilidade. Cuidado com esse discurso. Estamos agora em um ciclo de alta nas taxas de juros, que devem passar de 11% ao ano em 2022. O que isso significa para os seus investimentos? Que os retornos da renda fixa serão maiores. Isso significa que você deveria migrar seus investimentos para renda fixa?

Absolutamente não! Ao trocar seus investimentos entre classes de ativo diferentes por causa do cenário econômico, você tende a entrar em classes de ativo que estão mais "caras" e/ou sair das que estão mais "baratas", o que não faz sentido, embora esse seja o nosso raciocínio quando o assunto é investimentos.

No entanto, isso não quer dizer que não haja melhores formas de investir em 2022, e esse artigo irá abordá-las, mas, antes, vamos entender por que ninguém sabe a resposta e qual é a lógica envolvida.

O mercado funciona com trocas de ativos (investimentos) entre os participantes. Isso significa que se dois agentes têm a mesma perspectiva, eles não farão negócios, afinal, se o agente "A" acha que o melhor investimento é o título "T" e o agente "B" pensa da mesma forma, quem tiver o título não irá vender para o outro e, assim, não haverá negócios.

Se houvesse consenso de que, por exemplo, alguma ação ou título é o melhor investimento, todo o mercado buscaria essa opção. Isso faria com que os títulos comprados subissem de preço, diminuindo o retorno para quem quiser comprá-los depois, ao mesmo tempo que aqueles ativos que ninguém quer cairiam de preço, o que aumentaria o retorno e, ao final, faria com que tudo se equilibrasse.

Analisar o passado tampouco gera pistas sobre o futuro. Busque em seu navegador por "tabela periódica de Callan" e você encontrará estudos sobre quais classes de ativos (renda fixa, ações de determinado setor, inflação etc.) mais renderam a cada ano e descobrirá que o futuro é completamente imprevisível.

Um bom exemplo são as novíssimas criptomoedas. Não faltam manchetes sobre alguns desempenhos da ordem de milhares por cento de crescimento em algumas delas. O que pouca gente aborda é que existem aproximadamente 14 mil criptomoedas e acertar quais são as que irão "bombar" equivale a acertar na loteria, até porque uma boa parte delas tende a desaparecer com o tempo.

Investimentos não devem ser tratados como jogos de azar. Bons investidores não fazem isso e é também por esse motivo que obtém resultados melhores e mais consistentes.

A melhor forma de investir em 2022 é aceitar as incertezas. Elas fazem parte da vida e com os retornos dos investimentos isso não é diferente. Ao abraçar as incertezas como uma parte natural dos investimentos, você irá abandonar hábitos ruins, como querer saber o saldo e o retorno de cada investimento em períodos curtos de tempo.

Existem pessoas que olham isso todos os dias! Ao saber que oscilações de retorno são normais e que devem estar atreladas aos seus objetivos e prazos, essa preocupação no curto período passa a fazer menos sentido, o que libera tempo e reduz o estresse.

Além disso, mantenha sempre, independentemente do cenário econômico, uma carteira diversificada com várias classes de ativos, sempre de acordo com o seu perfil como investidor, que inclui seus objetivos.

Conte sempre com profissionais para montar e gerir sua carteira, mas garanta que eles trabalhem para você, dentro do espírito de alinhamento de interesses. A melhor forma para saber se os interesses estão alinhados é entender como funciona a remuneração desses profissionais. Você pode descobrir muitas coisas ao averiguar esse ponto.

Por fim, o tempo que você vai economizar acompanhando as oscilações de seus investimentos, invista em você e nas coisas que gosta de fazer. Aprimore-se em algum hobby, faça um curso diferente, leia um livro cujo assunto é de seu interesse, participe de ações voluntárias em sua comunidade e se mantenha próximo das pessoas que ama. Algumas dessas coisas podem ter preço, mas ele será sempre muito barato comparado ao valor que entregam.

Lembre-se de que boa parte do que acontecerá em 2022 vai depender de suas decisões. Assim, desejo um novo ano cheio de saúde, prosperidade e boas escolhas.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL