PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Investir no exterior: vale a pena? Qual é o momento certo para isso?

Investir no exterior expõe uma parte do seu patrimônio a uma moeda forte, diz especialista - Getty Images
Investir no exterior expõe uma parte do seu patrimônio a uma moeda forte, diz especialista Imagem: Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes
Gabriela Mosmann

Gabriela Mosmann

É mestre em finanças e analista de investimentos CNPI na casa de análises @SunoResearch

25/04/2022 04h00

Nos últimos anos a realidade cambial brasileira foi uma montanha-russa. Nossa moeda se desvalorizou de forma exponencial, oscilou conforme o cenário econômico global dava suspiros de melhora e agora voltou a um patamar que muitos especialistas consideram justo, levando em conta o histórico inflacionário interno e externo.

Toda essa novela confundiu os investidores iniciantes sobre um ponto básico: afinal, vale a pena investir no exterior? Qual é o momento certo? O dólar está caro ou barato? Confira a análise logo abaixo.

Alguns investidores se jogaram nessa modalidade por conta de todos os cenários conflituosos. Lockdown, guerra no Leste Europeu, estagflação, e por aí vai. Outros investidores ficaram mais amedrontados ainda e preferiram esperar.

De certa forma, não podemos dizer que um ou outro fez certo. Acima de tudo, precisamos entender nossa disposição e capacidade de assumir riscos, e onde nos sentimos confortáveis em deixar nossos recursos.

Todavia, é um fato que investir no exterior traz diversas vantagens. Diversificação de investimentos; diminui riscos, principalmente a concentração no risco Brasil; amplia o leque de ativos e oportunidades; e ainda expõe uma parte do seu patrimônio a uma moeda forte.

Um dos pontos mais importantes é a relação dólar com todas as outras moedas do mundo. Independente da desvalorização momentânea do dólar frente ao real, ele não deixou de ser a moeda mais influente do mundo, bem como aquela onde, em períodos de crise, todos a procuram. Um consenso mundial é a utilização do dólar como reserva de valor.

Entendo que, em momentos em que a cotação do dólar estava próxima dos R$ 6, era complicado pensar em investir no exterior. Sim, principalmente se você quisesse enviar uma parcela relevante do seu patrimônio. Entretanto, uma das melhores estratégias é investir aos poucos. Ao mesmo tempo em que você não quer investir no exterior pois o dólar está caro, pode estar perdendo muitas oportunidades ótimas.

Um fato importante para termos em mente: o câmbio oscila muito, e prever essas oscilações é praticamente impossível. Todavia, a tendência é que o dólar se valorize cada vez mais ao longo do tempo. No compilado, o dólar vai sempre estar cada vez mais caro.

Enquanto temos essa variável muito difícil de prever, o dólar, devemos focar naquilo que temos poder de escolha: bons investimentos para a nossa carteira.

Não deixe que coisas fora do seu controle afetem sua realidade financeira e te impossibilitem de tomar boas decisões.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.