PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Weg e Sinqia vão às compras para crescer: o que esperar das ações?

WEG: a receita da companhia cresceu de forma expressiva em seus principais mercados no segundo trimestre - Henrique Grandi/UOL
WEG: a receita da companhia cresceu de forma expressiva em seus principais mercados no segundo trimestre Imagem: Henrique Grandi/UOL
Conteúdo exclusivo para assinantes

Felipe Bevilacqua

15/09/2021 08h32

Hoje, vamos conversar sobre a mais recente aquisição da Weg (WEGE3) no mercado de energia e sobre a onda de compras da Sinqia (SQIA3), empresa de tecnologia para o mercado financeiro.

O UOL tem uma área exclusiva para quem quer investir seu dinheiro de maneira segura e lucrar mais do que com a poupança. Conheça!

Confira a seguir a análise de Felipe Bevilacqua, analista e sócio-fundador da casa de análise Levante Ideias de Investimento. Todos os dias, Bevilacqua traz notícias e análises de empresas de capital aberto para você tomar as melhores decisões de investimentos. Este conteúdo é exclusivo para os assinantes do UOL.

Weg compra empresa de transformadores Balteau

A ,Weg, multinacional brasileira especializada na fabricação e venda de motores elétricos assinou contrato para a aquisição de 100% do capital da Balteau Produtos Elétricos, empresa de transformadores e conjuntos de medição do município de Itajubá, em Minas Gerais.

A Balteau é uma empresa tradicional, opera há muitos anos no Brasil e é especializada em projeto, fabricação, ensaios elétricos e assistência técnica para transformadores de corrente e potencial capacitivo até 550 kV, transformadores de potencial indutivo até 145 kV e conjuntos de medição até 36 kV, produtos que a WEG não tem em seu portfólio. Com cerca de 350 colaboradores e parque fabril de 11.800 metros quadrados, a receita líquida da Balteau em 2020 foi de R$ 121,7 milhões.

A notícia é positiva para a Weg (WEGE3). Embora a aquisição não represente investimento relevante, vem em linha com a estratégia de expansão com compras de empresas inovadoras no setor da indústria 4.0, além de empresas que complementam seu portfólio - como é o caso da Balteau.

A Weg analisa o mercado de armazenamento de energia há algum tempo, um tema em destaque no cenário global e que pode trazer boas oportunidades. Além disso, olhando para os lugares em que a empresa atua, ainda há muita oportunidade de vender produtos já existentes em novas "geografias".

A receita da companhia cresceu de forma expressiva em seus principais mercados no segundo trimestre, com avanço de 120,6% no lucro líquido (ano contra ano), que alcançou R$ 1,1 bilhão em função do crescimento de vendas e aumento da participação em mercados importantes. Isso demonstra a capacidade da Weg de continuar sua trajetória de crescimento, que tem sido bem-sucedida com as aquisições.

Sinqia segue com compras após captar R$ 400 milhões no mercado

Após captar R$ 400 milhões em sua oferta subsequente de ações (follow-on) na semana anterior, a Sinqia (SQIA3), empresa de tecnologia para o mercado financeiro, planeja realizar seis aquisições nos próximos 12 meses. Segundo a diretoria financeira e de relações com investidores, 21 oportunidades estão sendo analisadas.

Com as aquisições, a companhia visa ampliar sua participação no mercado de software e soluções para o mercado financeiro, atualmente em 6%. Nos últimos 12 meses, a Sinqia realizou seis compras. As mais recentes foram a Simply e 60% da FEPWeb, por R$ 56 milhões e R$ 38,4 milhões respectivamente, empresas focadas em oferecer software de qualidade para o mercado.

Ainda neste ano, a Sinqia investiu R$ 15 milhões na Celcoin, plataforma digital de produtos e serviços financeiros sem taxas mensais ou de adesão, voltada para fintechs e bancos digitais.

Parte fundamental da estratégia da Sinqia passa pela aquisição de empresas para ampliar a base de clientes e soluções, e aumentar a venda cruzada dos produtos da empresa. Dessa forma, enxergamos como positiva utilização dos recursos captados nessa estratégia.

Após realizar diversas aquisições voltadas para fundos, bancos, previdência e segmentos específicos, a Sinqia se volta para empresas de tecnologia com atuação ampla no mercado financeiro, buscando se adaptar às mudanças trazidas pela participação cada vez maior de fintechs e bancos digitais.

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo analista Felipe Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

PUBLICIDADE