PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Oi reverte prejuízo e lucra R$ 1,78 bi no 1º tri; como ficam as ações?

Divulgação
Imagem: Divulgação
só para assinantes

Rafael Bevilacqua

30/06/2022 09h08

A Oi (OIBR3), operadora de telecomunicações que atravessa um processo de recuperação judicial, divulgou seus resultados referentes ao primeiro trimestre de 2022 na noite de terça-feira (28), após o fechamento dos mercados.

Confira a seguir o comentário de Rafael Bevilacqua, estrategista-chefe e sócio-fundador da casa de análise Levante Ideias de Investimento, sobre o tema. Todos os dias, Bevilacqua traz notícias e avaliações de empresas de capital aberto para você tomar as melhores decisões de investimento. Este conteúdo é acessível para os assinantes do UOL. O UOL tem uma área exclusiva para quem quer investir seu dinheiro de maneira segura e lucrar mais do que com a poupança. Conheça!

A companhia reportou um lucro líquido de R$ 1,78 bilhão no período, revertendo o prejuízo de R$ 3,03 bilhões registrado um ano antes. Segundo a Oi, o lucro se deve ao resultado financeiro líquido positivo em R$ 1,87 bilhão, bem como a uma despesa de Imposto de Renda e contribuição social de R$ 363 milhões.

A receita líquida da operadora totalizou R$ 4,41 bilhões no trimestre, enquanto os custos e despesas operacionais da companhia recuaram 4,6% no trimestre com relação ao mesmo período de 2021, chegando a R$ 3,16 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), por sua vez, somou R$ 1,25 bilhão, crescimento de 9,9% na comparação anual.

A Oi encerrou o trimestre com uma dívida líquida de R$ 33,4 bilhões, mas já abateu R$ 14,4 bilhões desse total ao longo do segundo trimestre, o que faz com que o saldo devedor atual da companhia esteja próximo de R$ 19 bilhões.

Os resultados reportados são positivos, e após a forte redução no seu endividamento, a companhia espera o fim do processo de recuperação judicial. Assim, a diretoria já fala em uma "nova Oi", focada na prestação de serviços de rede em fibra ótica, com perfil altamente tecnológico.

Nesse sentido, a receita obtida com fibra apresentou um crescimento de 54,3% na comparação com o primeiro trimestre de 2021, e deve continuar crescendo cada vez mais ao longo dos próximos trimestres.

No curtíssimo prazo, a tendência é de reação positiva das ações aos bons resultados do primeiro trimestre. Pensando no médio prazo, é preciso acompanhar os resultados da companhia nos próximos trimestres para avaliar se ela será capaz de manter os atuais níveis de receita e aumentar sua rentabilidade.

As ações ordinárias da Oi fecharam em alta de 1,85% na terça-feira (28), cotadas a R$ 0,55.

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo estrategista-chefe e sócio-fundador Rafael Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.