PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Vibra Energia, ex-BR Distribuidora, investe em empresa de gás renovável

Getty Images
Imagem: Getty Images
só para assinantes

Rafael Bevilacqua

05/07/2022 09h31

A Vibra Energia (VBBR3), antiga BR Distribuidora, anunciou na segunda-feira (4) a aquisição de 50% do capital social da ZEG Biogás, subsidiária da ZEG e da FSL focada em soluções de biogás e biometano para substituição do uso do gás natural convencional e outros combustíveis fósseis.

Confira a seguir o comentário de Rafael Bevilacqua, estrategista-chefe e sócio-fundador da casa de análise Levante Ideias de Investimento, sobre o tema. Todos os dias, Bevilacqua traz notícias e avaliações de empresas de capital aberto para você tomar as melhores decisões de investimento. Este conteúdo é acessível para os assinantes do UOL. O UOL tem uma área exclusiva para quem quer investir seu dinheiro de maneira segura e lucrar mais do que com a poupança. Conheça!

O pagamento se dará por meio de um aporte de R$ 30 milhões no fechamento da operação, mais uma parcela secundária de R$ 129,5 milhões.

A ZEG Biogás possui potencial para atingir uma produção diária de 2 milhões de metros cúbicos de gás em até cinco anos, e, visando alcançar essa meta, as controladoras da companhia devem assumir o compromisso de investir R$ 412 milhões para a execução de novos projetos. Desse montante, R$ 206 milhões devem ser aportados pela Vibra, sendo o outro investimento de R$ 206 milhões de responsabilidade da ZEG e da FSL.

A companhia adquirida também é pioneira em soluções ambientalmente vantajosas e comercialmente viáveis para a produção de biometano, utilizando resíduos de produção de etanol e outros produtos derivados de vegetais.

Avalio que a aquisição é benéfica para ambas as companhias, uma vez que a Vibra passará a contar com a capacidade de produção e comercialização de biometano da ZEG Biogás, que, por sua vez, terá acesso à infraestrutura logística da Vibra, que conta com mais de 18 mil clientes e uma rede com mais de 8 mil postos de distribuição espalhados pelo Brasil.

Além disso, as usinas de etanol pertencentes aos fornecedores da Vibra passarão a ter acesso às soluções oferecidas pela ZEG Biogás para os resíduos de sua produção, o que pode ser visto como uma nova fonte de receita secundária para essas usinas.

As ações da Vibra fecharam em queda de 3,14% na segunda-feira, cotadas a R$ 16,36. Os papéis foram contaminados pelo mau humor que tomou conta dos mercados.

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo estrategista-chefe e sócio-fundador Rafael Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.