PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Reunião do FMI e mais 3 assuntos que podem impactar a Bolsa hoje

Conteúdo exclusivo para assinantes

Carol Paiffer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

07/04/2021 04h00

Confira no Café com Mercado, do UOL Economia+, quatro temas que podem afetar a Bolsa nesta quarta-feira (7) e uma ação para você ficar de olho hoje.

1) Reunião do FMI - Começou na segunda-feira (5) a reunião do FMI (Fundo Monetário Internacional). O encontro vai até o dia 11.

Na terça (6), o FMI revisou a projeção de crescimento da economia mundial para 2021, de 5,5% para 6%. Essa recuperação, contudo, não acontecerá em todos os países. No Brasil, a previsão de crescimento para 2021 foi alterada de 3,5% para 3,6%.

A revisão animou as Bolsas internacionais, e a reunião ainda deve gerar movimentações nos mercados nesta quarta (7).

2) Juros nos EUA - O Fed, o Banco Central norte-americano, divulgará nesta quarta-feira (7) a ata da última reunião que definiu os juros dos EUA entre 0% e 0,25% ao ano.

Além de registrar a taxa de juros do país, o documento também traz expectativas para a economia norte-americana e também dá dicas sobre o futuro da política monetária.

3) Balança comercial nos EUA - Será divulgada hoje a balança comercial nos EUA. O dado mostra a força da economia norte-americana, pesando o número de importações e exportações feitas pelo país. Isso ajuda os investidores a traçar expectativas para as empresas no curto prazo e pode refletir na Bolsa por aqui também.

4) Petróleo nos EUA - Como acontece toda semana, a quantidade de estoques de petróleo dos EUA será divulgada hoje. O balanço afeta diretamente o preço do produto.

A Petrobras (PETR4) segue a cotação do petróleo norte-americano, e isso pode trazer movimentação para as ações da empresa.

Fique de Olho

O Fique de Olho de hoje vem da casa de análises Recomenda Ações, que destaca a Via Varejo (VVAR3), uma das maiores companhias de comércio do país.

Segundo os analistas da casa, a empresa teve uma das maiores baixas do Ibovespa ontem (6). As ações da empresa caíram 1,28%, sem nenhum fato relevante ou notícia sobre a companhia que pudesse justificar esse recuo.

Os analistas da casa analisaram o volume de negociações da empresa e concluíram que o movimento foi causado pela venda de ações da companhia por parte de um grande investidor institucional. Com isso, investidores de curto prazo têm oportunidade de retorno.

O programa Café com Mercado é apresentado pela fundadora e presidente da Atom S.A., Carol Paiffer.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Economia+ e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE