PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Briga entre poderes e outros 3 temas que podem afetar a Bolsa

Conteúdo exclusivo para assinantes

Carol Paiffer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/08/2021 04h00

Confira no Café com Mercado, do UOL, quatro assuntos que podem afetar o mercado nesta quarta-feira (18).

1) Bolsonaro x STF - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar o Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (17), quando informou que pedirá ao Senado o impeachment dos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso.

Bolsonaro deu a entender que alguns ministros do STF quebram regras e estimulou seus apoiadores a ir às ruas no dia 7 de setembro para protestar contra o Supremo.

O desgaste da relação entre o Executivo e o Judiciário preocupa os investidores, que temem que a instabilidade política fique no caminho da recuperação econômica brasileira.

2) Inflação na zona do euro - O mercado deve responder também à inflação oficial dos países que formam a zona do euro. O dado que deve ser divulgado hoje é referente ao mês de julho.

A inflação é alvo de preocupação dos investidores, pois pode pressionar os governos do bloco a diminuir os incentivos econômicos. Sem eles, a recuperação econômica da região pode levar mais tempo para acontecer.

O bloco da zona do euro é um dos principais polos econômicos do mundo, e este dado pode afetar a Bolsa por aqui também.

3) Petróleo nos EUA - Nos EUA será divulgado o relatório de estoques de petróleo no país.

O preço do combustível já caiu mais de 5% no mês, e a publicação pode balançar ainda mais sua cotação.

Como a Petrobras (PETR4) segue o preço do petróleo dos EUA, a divulgação do relatório pode afetar diretamente as ações da empresa.

4) Juros nos EUA - Nesta quarta-feira (18), será publicada a ata da última reunião do Fomc, órgão do Banco Central dos EUA responsável pela decisão da política monetária.

Os investidores temem que a taxa de juros no país volte a subir antes do esperado —o que impacta nas decisões de investimentos ao redor do mundo.

A ata traz justamente a perspectiva dos membros do Fomc sobre o assunto, e isso pode movimentar o mercado hoje.

Fique de Olho

O Fique de Olho de hoje é da casa de análises Recomenda Ações, que traz o Bradesco (BBDC3). O banco teve lucro líquido de R$ 6,3 bilhões no segundo trimestre de 2021.

O número mostra um aumento de 63,2% em relação ao mesmo período do ano passado e queda de 3% na comparação com o primeiro trimestre deste ano.

A ata do Copom divulgada na última semana sinalizou um aumento de 1 ponto percentual na taxa de juros já na próxima reunião, o que tende a beneficiar o setor bancário.

Além disso, segundo os analistas da casa, as quedas recentes no preço das ações da companhia a deixaram em uma região confortável de compra.

Por isso, o papel se torna atrativo para investidores de curto e longo prazo.

O programa Café com Mercado é apresentado pela fundadora e presidente da Atom S.A., Carol Paiffer.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Economia+ e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE