PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

Localiza dispara na Bolsa após divulgar lucro 7% maior; é hora de investir?

Divulgação
Imagem: Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/05/2022 12h24

A locadora de veículos Localiza (RENT3) figura como uma das maiores altas desta terça-feira (3) na Bolsa de Valores brasileira B3), com valorização de 4,41%, a R$ 53,74 por volta das 11h55 (horário de Brasília).

A valorização da ação é reflexo da divulgação do balanço do primeiro trimestre de 2022, que ocorreu ontem (2). A empresa registrou lucro líquido de R$ 517,4 milhões no acumulado de janeiro a março —7,3% a mais que no mesmo período do ano anterior.

Entenda o porquê do crescimento de lucros da Localiza mesmo diante da alta dos preços de combustíveis, e se vale a pena investir em ações da companhia, segundo especialistas consultados pelo UOL.

As pessoas alugaram carros em janeiro, fevereiro e março deste ano, mesmo com as tarifas tendo subido de preço, conforme declaração da própria Localiza.

De acordo com analistas do Citi, que divulgou relatório sobre a locadora de veículos, os resultados da Localiza no primeiro trimestre, no geral, parecem um pouco decepcionantes —com o crescimento do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) abaixo do da rival Movida.

Enquanto a Localiza teve crescimento de 41% em relação ao mesmo período de 2021, a concorrente reportou alta de 183,5%. "Parece que a Localiza pode ter mais dificuldade em buscar clientes premium", afirmou o Citi.

Os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização, segundo o BTG, foi impactado negativamente por R$ 12 milhões em custos relacionados à fusão com a Unidas.

Vale a pena investir em ações da Localiza?

O Credit Suisse tem recomendação de compra para Localiza, com preço-alvo em R$ 74. O BTG também aposta na valorização da ação, e diz que o preço pode chegar a até R$ 75.

Já o Citi recomenda que investidores vendam as ações, pois acredita em uma desvalorização da companhia no mercado, com o valor do papel chegando a R$ 50.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.