Só para assinantesAssine UOL

Em que ações investir para ganhar dividendos ainda em dezembro? Veja lista

Quer garantir renda extra para o final de ano e para 2024? Um levantamento do UOL Investimentos apresenta 13 oportunidades para receber proventos de até R$ 2,20 por ação. Na lista, há empresas como como Isa Cteep (TRPL4), Banco do Brasil (BBAS3), Prio (PRIO3), Tim (TIMS3), Monteiro Aranha (MOAR3) e Itaú (ITUB4). . Mas, para ter direito a receber os proventos destas companhias, é preciso manter as ações em carteira até o final do pregão da "data com". Alguns desses prazos já expiram nesta semana. Abaixo, você encontra uma lista das ações com datas de corte nas próximas semanas para garantir um dinheiro pingando na sua conta em dezembro e em 2024.

O que são dividendos e como receber

Dividendos são uma parte do lucro das empresas, distribuído aos acionistas. É a forma como as companhias remuneram os seus investidores pelo capital aplicado nelas. Os proventos podem ser de dois tipos: dividendos (isentos de Imposto de Renda) ou juros sobre capital próprio (JCP, com alíquota de 15% na fonte).

Existe prazo para investir. A "data com" é a data considerada como base para ter direito a receber um determinado dividendo. O acionista precisa ter as ações em carteira naquele dia para receber os proventos que foram anunciados previamente, diz Sergio Biz, analista e sócio do GuiaInvest. Já no dia seguinte, conhecido como "data ex", não há mais direito a proventos. Se o investidor comprar uma ação nesse dia ou depois, não receberá os dividendos anunciados.

Preço das ações passa por ajuste. Na "data ex", o valor distribuído aos acionistas é descontado da cotação da ação, diz Biz. Se uma ação custa R$ 10, e ela distribui R$ 1 de dividendos aos acionistas, na "data ex" a ação custará R$ 9.

BBAS3 pode pagar dividendos de até 10%

Mesmo se tratando de um banco estatal, nos últimos anos o Banco do Brasil (BBAS3) tem mantido uma política clara de remuneração dos seus acionistas. "Os números refletem a tradição do Banco do Brasil em remunerar seus acionistas de forma consistente ao longo do tempo", diz Cleide Rodrigues, analista-chefe da Money Wise Research. A casa de análise tem uma perspectiva otimista para as ações BBAS3 em 2024 e projeta um dividend yield (proporção entre o valor da ação e os dividendos) de 10%, com preço justo para os papéis de R$ 76. A previsão do GuiaInvest é de dividend yiel de 9%.

Banco manteve retorno alto nos últimos anos. Na última década, a parcela do lucro líquido destinada a proventos média do banco foi de 37%, também chamada de payout. Já o dividend yield médio nos últimos dez anos se manteve acima de 6,7% - hoje, está ainda maior, cerca de 8,45%.

A carteira de crédito do banco é mais robusta que de concorrentes. A carteira de crédito ampliada atingiu a marca de R$ 1,07 trilhão em setembro de 2023, com inadimplência de 90 dias de apenas 2,81%, abaixo da média de mercado. O retorno sobre o patrimônio líquido chegou a 21,3%, superior ao de alguns pares privados, afirma Cleide. Para Sergio Biz, analista e sócio do GuiaInvest, o Banco do Brasil tem uma enorme capilaridade no país e forte presença no digital, com destaque para o agronegócio. "Apesar de ser estatal, a empresa vem entregando uma eficiência extremamente elevada", afirma.

Continua após a publicidade

Entre os desafios, especialistas citam o fato de ser uma instituição estatal, com risco de ingerência política. Segundo Biz, o banco negocia com um certo desconto diante desses riscos, mas sua clara política de distribuição de proventos tem gerado uma forte previsibilidade para os investidores em busca de renda passiva. "O banco costuma distribuir proventos trimestralmente, entregando um payout próximo de 40% desde 2021", diz.

M. Dias Branco estreia nova política de remuneração

Recentemente, a M. Dias Branco (MDIA3) anunciou mudanças na sua política de remuneração. A partir de 2024, o payout (parcela do lucro líquido destinada a proventos) deve subir de 60% para 80%. Os pagamentos trimestrais também devem ter um aumento de R$ 0,05 a R$ 0,06 no próximo ano. A companhia tem como meta fazer cinco pagamentos anuais aos seus investidores, quatro trimestrais e um anual com valores residuais.

Mesmo assim, não é a melhor pagadora. Os analistas ainda não acreditam que M. Dias Branco seja uma boa pagadora de dividendos e apontam que no melhor dos cenários a companhia entregaria um dividend yield de 6% em 2024. "Comprar a empresa só por causa dos dividendos não valeria a pena. O dividendo seria um extra se a companhia entregar bons resultados", diz Daniel Nigri, analista e fundador da Dica de Hoje Research.

Segundo Nigri, as vantagens de investir em M. Dias Branco são a exposição a uma empresa do setor de alimentos e massas, presente em todo o Brasil e que está tentando agregar mais valor aos seus produtos. "Neste momento, o custo do trigo e do óleo estão caindo. Então, no próximo ano, para aumentar a receita, a empresa vai ter que aumentar o volume vendido. Mas a vantagem é que tem capacidade ociosa", diz. Para Nigri, a companhia pode alcançar lucros bilionários em 2024, favorecendo a previsão do yield de 6%.

Confira a lista de ações com "data com" entre 11 e 29 de dezembro

Isa Cteep (TRPL3; TRPL4) - JCP

Continua após a publicidade
  • Setor: Utilidade Pública / Energia Elétrica
  • Valor total bruto: R$ 1,452 bilhão
  • Valor por ação TRPL3: R$ 2,20
  • Valor por ação TRPL4: R$ 2,20
  • Data com: 13 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 14 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento parcela 1: (R$ 0,24) 15 de janeiro de 2024
  • Data de pagamento parcela 2: (R$ 1,96) 10 de abril de 2024

Prio (PRIO3) - dividendos

  • Setor: Petróleo Gás e Biocombustíveis / Exploração, Refino e Distribuição
  • Valor total bruto: R$ 60,615 milhões
  • Valor por ação PRIO3: R$ 0,07
  • Data com: 13 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 14 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 22 de dezembro de 2023

Lavvi (LAVV3) - dividendos

  • Setor: Consumo Cíclico / Construção Civil / Incorporações
  • Valor total bruto: R$ 60 milhões
  • Valor por ação: R$ 0,31
  • Data com: 13 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 14 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 22 de dezembro de 2023

Banco do Brasil (BBAS3) - JCP

Continua após a publicidade
  • Setor: Financeiro/intermediários financeiros/bancos
  • Valor total bruto: R$ 976,866 milhões
  • Valor por ação BBAS3: R$ 0,34
  • Data com: 11 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 12 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 28 de dezembro de 2023

Cyrela (CYRE3) - dividendos

  • Setor: Consumo cíclico/construção civil/incorporações
  • Valor total bruto: R$ 125 milhões
  • Valor por ação CYRE3: R$ 0,33
  • Data com: 11 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 12 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 18 de dezembro de 2023

Smart Fit (SMFT3) - JCP

  • Setor: Consumo cíclico/viagens e lazer/atividades esportivas
  • Valor total bruto: R$ 59,4 milhões
  • Valor por ação SMFT3: R$ 0,10
  • Data com: 11 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 12 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 21 de dezembro de 2023

Rio Paranapanema Energia (GEPA3; GEPA4) - JCP

Continua após a publicidade
  • Setor: Utilidade pública/energia elétrica
  • Valor total bruto: R$ 110 milhões
  • Valor por ação GEPA3: R$ 1,16
  • Valor por ação GEPA4: R$ 1,16
  • Data com: 11 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 12 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: até 31 de dezembro de 2024

M. Dias Branco (MDIA3) - JCP

  • Setor: Consumo não cíclico/alimentos processados/alimentos diversos
  • Valor por ação: R$ 0,05
  • Data com: 14 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 15 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 28 de dezembro de 2023

Tim (TIMS3) - JCP

  • Setor: Comunicações/telecomunicações
  • Valor total bruto: R$ 655 milhões
  • Valor por ação TIMS3: R$ 0,27
  • Data com: 21 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 22 de dezembro de 2023
  • Data de pagamento: 23 de janeiro de 2024

Monteiro Aranha (MOAR3) - dividendos e JCP

Continua após a publicidade
  • Setor: Financeiro/holdings diversificadas
  • Valor total bruto: R$ 1,1 milhão em dividendos e R$ 18,9 milhões em JCP
  • Valor por ação MOAR3: R$ 0,09 por ação em dividendos e R$ 1,54 por ação em JCP
  • Data com: 28 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 2 de janeiro de 2024
  • Data de pagamento: 27 de dezembro de 2024

Profarma (PFRM3) - JCP

  • Setor: Saúde/medicamentos
  • Valor total bruto: R$ 33,110 milhões
  • Valor por ação PFRM3: R$ 0,27
  • Data com: 28 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 2 de janeiro de 2024
  • Data de pagamento: 10 de janeiro de 2024

Banestes (BEES3; BEES4) - JCP

  • Setor: Financeiro/bancos
  • Valor total bruto: R$ 7 milhões
  • Valor por ação BEES3: R$ 0,022
  • Valor por ação BEES4: R$ 0,022
  • Data com: 28 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 2 de janeiro de 2024
  • Data de pagamento: 1º de fevereiro de 2024

Itaú Unibanco (ITUB3; ITUB4) - JCP

Continua após a publicidade
  • Setor: Financeiro/bancos
  • Valor por ação ITUB3: R$ 0,018
  • Valor por ação ITUB4: R$ 0,018
  • Data com: 28 de dezembro de 2023
  • Data ex (sem direito ao provento): 2 de janeiro de 2024
  • Data de pagamento: 1º de fevereiro de 2024

Erros que iniciantes devem evitar

Ignorar a "data com". O analista independente Ricardo Schweitzer diz que muitos investidores confundem o tempo que possuem as ações com o direito a receber os dividendos. A questão é que não importa se o investidor comprou a ação há três dias ou há 30 anos, se não tiver o papel na 'data com' o provento vai para o novo dono. Se tiver a ação, ele receberá o dividendo.

Comprar uma ação na "data com" e vendê-la na "data ex". Investir com o intuito de caçar dividendos e vender a ação logo em seguida não é uma prática recomendada. Na verdade, o investidor está saindo no zero a zero, porque a ação perde o valor dos dividendos. "Quem segue essa prática não gera valor algum", diz Schweitzer.

Achar que o desconto na "data ex" é prejuízo. Se o dividendo é descontado do preço da ação, será que vale a pena a estratégia? Schweitzer diz que esse desconto corresponde na verdade a uma parcela do fluxo de caixa da empresa. Em consequência, uma companhia com bons fundamentos vai continuar gerando caixa e valorizando no futuro. Além disso, os dividendos costumam representar dois terços do retorno total das ações no longo prazo.

Escolher uma ação apenas pelo dividendo. Os analistas recomendam olhar outros indicadores além dos pagamentos. É importante ver se a empresa consegue gerar caixa e acumular patrimônio, se precisa de novos investimentos para crescer, qual é o seu nível de endividamento e qual é o retorno que ela oferece, sobre o capital e sobre o patrimônio. Esses dados irão indicar se os dividendos são sustentáveis no longo prazo.

Continua após a publicidade

Quer saber como economizar e investir, além do que está acontecendo na economia? Conheça e siga o novo canal do UOL "Economize e Invista" no WhatsApp.

Aulão: Entenda suas emoções para investir melhor seu dinheiro

Não adianta só entender como funciona cada tipo de investimento. Para investir bem, você precisa entender o seu perfil e como suas emoções podem ajudar ou atrapalhar nas escolhas que você faz com seu dinheiro. Pensando nisso, o UOL preparou uma série de três lives para falar sobre o universo das finanças comportamentais, para ajudar os investidores a usar as emoções a seu favor e tomar decisões mais inteligentes e rentáveis.

A primeira live mostra que, no momento de fazer escolhas dos investimentos, não são só questões racionais que interferem. Há as influências e os erros na forma de perceber as informações. O segundo aulão mostra como sua mentalidade te atrapalha na hora de escolher os melhores investimentos. O terceiro fala sobre como lidar com suas emoções para tomar decisões mais inteligentes e rentáveis nos investimentos.

Assista ao aulão no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, todas as quintas-feiras, das 16h às 16h40. Assine aqui e participe!

A última série do Papo com Especialista foi sobre Como sair das dívidas e ter mais dinheiro para investir e realizar sonhos. Para saber mais, acesse este link.

Continua após a publicidade

Quer investir melhor? Receba dicas no seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido? O UOL tem uma newsletter diária gratuita que o ajuda nesse objetivo. Assine o Por Dentro da Bolsa aqui. Você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pela equipe do PagBank Investimentos para aprender a investir melhor.

Você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor o seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui. UOL Investimentos ainda tem diversos conteúdos diários que te ajudam a lidar melhor com seu dinheiro.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes