Só para assinantesAssine UOL

Além dos boletos: como separar seu dinheiro para cuidar do futuro

Aluguel, condomínio, água, luz, internet, cartão de crédito. São contas e mais contas para pagar todo mês. Mas, se você acha que a vida é só trabalhar para pagar boletos, está redondamente enganado.

Veja como organizar suas finanças para conseguir guardar dinheiro mensalmente para realizar seus sonhos. "Planejar é importante porque a nossa balança financeira é desequilibrada. Se por um lado temos sonhos, planos e desejos infinitos, por outro lado temos recursos finitos, que são o dinheiro, o tempo, a nossa energia", diz a planejadora financeira Keylla Santos, no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL.

Essa matéria é o primeiro aulão da série sobre organizar suas finanças em 2024. Leia abaixo a análise da planejadora financeira e assista ao programa completo de 11 de janeiro. Serão três lives ao vivo, e assinantes podem rever as aulas quantas vezes quiserem.

Assista ao aulão no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, todas as quintas-feiras, das 16h às 16h40. Assine aqui e participe!

A última série do Papo com Especialista foi sobre como sair das dívidas para começar a investir. Para saber mais, acesse "Depois de sair das dívidas, como investir para realizar seus sonhos?".

O que é o orçamento?

É um pedaço do planejamento financeiro. O orçamento é um exercício para simular como seria a divisão do dinheiro em um certo período de tempo. "Há contas das quais não temos como fugir, porque elas representam uma qualidade de vida, mas outras nos dão um pouco mais de margem para escolhas", diz.

Como o dinheiro é um recurso finito, é preciso priorizar as nossas escolhas, estabelecendo um orçamento de gastos, para ter certeza de que você está direcionando o seu dinheiro para o que realmente importa.
Keylla Santos, planejadora financeira

Continua após a publicidade

O orçamento é essa reflexão sobre o que precisa ter no dia a dia, o que você não abre mão e, principalmente, como você direciona o dinheiro para o futuro, para os investimentos, para seus projetos.

Como organizar as finanças em 2024

Faça um levantamento das suas entradas e gastos. Você pode encontrar as informações de entrada no contracheque ou qualquer documento do recebimento de renda e no extrato bancário (caso de autônomos). Os gastos podem ser encontrados nas contas e boletos, na fatura do cartão de crédito, em contratos e no extrato bancário.

Identifique o total das suas entradas. Aqui, é preciso considerar a sua renda líquida.

Faça uma lista dos seus gastos. Isso serve para você entender qual é o seu padrão de vida.

  • Gastos fixos: São aqueles com pouca variação de um mês para o outro, como aluguel, condomínio, academia, plano de saúde, etc. "Alguns gastos, como energia, água e gás, sofrem alguma variação, mas são considerados gastos fixos, pois têm contrato", diz ela.
  • Gastos variáveis: São aqueles que têm uma flutuação grande, como alimentação, lazer, farmácia, transporte, presentes, etc. "Vale mapeá-los, até para você entender o seu comportamento de gastos", diz.
  • Gastos eventuais: São aqueles que acontecem ao longo do ano, como impostos (IPTU, IPVA), seguros, matrículas, etc. "Eles não têm uma recorrência mensal, mas você sabe que eles vão acontecer todo ano", diz. Para ter uma referência mensal dos gastos eventuais, some todos e divida por 12.
Continua após a publicidade

Com essa lista, você consegue visualizar como tem sido o seu padrão de vida e qual o valor necessário para rodar o seu mês, sem nenhuma mudança. Isso sem considerar ainda as suas necessidades futuras, que são os seus projetos de vida.
Keylla Santos

Faça uma lista dos seus projetos. "Não adianta colocar metas no ano e ter planos financeiros se, dentro do seu orçamento, você não considera os seus sonhos. Então, além da lista dos gastos, tenha também uma lista de projetos que queira realizar", afirma.

Não espere sobrar dinheiro para os seus sonhos. Para Keylla, isso diminui o seu potencial de crescimento de patrimônio. "É mais interessante você ter clareza de quais são seus planos, seus projetos e sonhos, para conseguir priorizá-los", diz.

Qual o orçamento essencial para viver?

Vale separar os gastos em dois grupos, para saber qual a sua flexibilidade:

  • Com pouca flexibilidade: Gastos que você não pode abrir mão, como aluguel, financiamento imobiliário, condomínio, plano de saúde, etc.
  • Flexíveis: Gastos sem impacto muito grande no orçamento, com os quais você ainda pode viver sem. É o caso de comer fora, lazer, transporte, compras de alimentação, de vestuário, pessoais, assinaturas, presentes, etc.
Continua após a publicidade

Vale fazer esse exercício para você definir o que seria um orçamento de contingência. Qual seria o mínimo que você precisaria para viver? Quais são as contas que você abriria mão? Ao final desse exercício, você vai conseguir enxergar a sua faixa de padrão de vida.
Keylla Santos

É importante ajustar o orçamento, para você poder acelerar a conquista dos seus projetos e sonhos.

Como priorizar os seus projetos

Direcione uma parte das receitas para o seu "eu do futuro", como a aposentadoria e construção do patrimônio. Também direcione uma parte para seus projetos de curto e médio prazo como viagem, reforma da casa, compra de um produto, entre outros.

Direcione um valor para seus projetos de vida, sonhos e metas para 2024. "Se você não colocar as metas no seu orçamento, não será um milagre que vai torná-las realidade. Então, você precisa ter essa consciência de incluir esses projetos no fluxo financeiro, e não esperar sobrar dinheiro no final do mês para isso", declara.

Depois, vêm os gastos fixos, e o que sobrar vai para os gastos variáveis. Se seu salário é de, por exemplo, R$ 5.500, direcione R$ 700 para o seu futuro, como R$ 200 para a reserva e R$ 500 para a aposentadoria. Se pensa em viajar, separe outros R$ 300. Os gastos fixos podem ser pagos com R$ 2.500 e os variáveis, com R$ 2.000 (para os gastos variáveis. "Agora, a sobra não vai mais para os projetos, mas para os gastos variáveis. Uma sugestão para os gastos variáveis é fracionar o saldo pelas semanas do mês", diz. Para ela, ter um teto semanal de gastos vai te ajudar a ter um controle maior.

Continua após a publicidade

Se, ao longo do mês, você conseguir separar seu dinheiro nesses potinhos, você já está fazendo um planejamento financeiro sustentável.

Quer saber como economizar e investir, além do que está acontecendo na economia? Conheça e siga o novo canal do UOL "Economize e Invista" no WhatsApp.

Aulão: Organize suas finanças em 2024 de uma vez por todas

Ano novo é um bom momento para organizar as finanças. Saiba como fazer isso - como e manter o planejamento por todo o ano - em uma série de três lives do Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL Investimentos.

Assista ao aulão no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, todas as quintas-feiras, das 16h às 16h40.

Abordaremos passos práticos para a elaboração de um orçamento, principalmente para aqueles que se sentem perdidos nesse processo.

Continua após a publicidade

Explore conosco as opções de investimento na renda fixa e variável. Entenda as possibilidades que existem para o seu dinheiro e tome decisões informadas.

Também discutiremos estratégias para gerenciar suas finanças e realizar sonhos, seja viajar, estudar, abrir um negócio ou mudar de emprego, com metas alcançáveis para 2024.

Quer investir melhor? Receba dicas no seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido? O UOL tem uma newsletter diária gratuita que o ajuda nesse objetivo. Assine o Por Dentro da Bolsa aqui. Você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pela equipe do PagBank Investimentos para aprender a investir melhor.

Você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor o seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui. UOL Investimentos ainda tem diversos conteúdos diários que te ajudam a lidar melhor com seu dinheiro.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes