Bolsas

Câmbio

Bovespa fecha em queda de 1,03%, após novo rebaixamento; Vale tomba 5,41%

Do UOL, em São Paulo

Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quarta-feira (24) com queda de 1,03%, a 42.084,56 pontos. Essa é a segunda baixa seguida do índice. Na véspera, a Bolsa havia caído 1,65%.

No mês, o índice acumula valorização de 4,15%. No ano, porém, tem queda de 2,92%.

Dólar cai a R$ 3,957

No mercado de câmbio, o dólar comercial chegou a subir mais de 1% durante o dia e passar de R$ 4, mas inverteu o movimento no fim da sessão e fechou em queda de 0,15%, a R$ 3,957 na venda. 

Na véspera, a moeda norte-americana havia subido 0,32%.

Rebaixamento do Brasil

A agência de classificação de risco Moody's tirou o selo de bom pagador do Brasil nesta quarta-feira. A agência cortou a nota da dívida brasileira em dois degraus, de "Baa3" para "Ba2", e colocou-a em perspectiva negativa, indicando que mais cortes podem acontecer.

Das três grandes agências, a Moody's era a única que ainda mantinha o Brasil com o grau de investimento

O impacto no mercado não foi tão grande, pois o corte já era esperando, segundo especialistas. Mesmo assim, o dólar deve continuar subindo e pode atingir R$ 4,50 num curto espaço de tempo, de acordo com analistas.

Vale tomba 5,41%

A queda do Ibovespa foi puxada pelo desempenho negativo de empresas com grande peso sobre o índice, como a mineradora Vale, a Petrobras e os bancos brasileiros.

As ações ordinárias da Vale (VALE3), com direito a voto em assembleia, tombaram 5,41%, a R$ 11,71, e as preferenciais (VALE5), que dão prioridade na distribuição de dividendos, perderam 4,44%, a R$ 8,60.

Os papéis da mineradora foram afetados pela queda no preço do minério de ferro na China.

Petrobras e bancos caem

As ações da Petrobras chegaram a cair mais de 4% durante o dia, mas reduziram o ritmo da queda conforme os preços do petróleo no mercado internacional passaram a subir.

Os papéis ordinários da estatal (PETR3) encerraram a sessão com baixa de 0,71%, a R$ 7,03, enquanto os preferenciais (PETR4) recuaram 1,02%, a R$ 4,87.

As ações do Banco do Brasil (BBAS3) se desvalorizaram 3,33%, a R$ 13,07, as do Itaú Unibanco (ITUB4) perderam 0,84%, a R$ 24,68, e as do Bradesco (BBDC4) fecharam em baixa de 0,19%, a R$ 20,68. 

Bolsas internacionais

As principais Bolsas de Valores da Europa fecharam em queda acentuada.

  • Espanha: -3,07%
  • Alemanha: -2,64%
  • Itália: -2,59%
  • França: -1,96%
  • Portugal: -1,77%
  • Inglaterra: -1,6%

As Bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam em queda, com exceção da China, que subiu 0,9%.

  • China: +0,9%
  • Coreia do Sul: -0,09%
  • Taiwan: -0,62%
  • Japão: -0,85%
  • Hong Kong: -1,15%
  • Cingapura: -1,95%
  • Austrália: -2,10%

(Com Reuters) 

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos