PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Petrobras divulga novos dados: como fica a pressão sobre os preços?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Felipe Bevilacqua

21/10/2021 09h34

Hoje comentaremos sobre as prévias operacionais do terceiro trimestre de Petrobras (PETR4, PETR3) e da JHSF (JHSF3). O destaque da estatal no resultado foi o pré-sal, que já é responsável por 71% da produção total da estatal, ante 67% no mesmo intervalo em 2020.

O UOL tem uma área exclusiva para quem quer investir seu dinheiro de maneira segura e lucrar mais do que com a poupança. Conheça!

Confira a seguir a análise de Felipe Bevilacqua, analista e sócio-fundador da casa de análise Levante Ideias de Investimento. Todos os dias, Bevilacqua traz notícias e análises de empresas de capital aberto para você tomar as melhores decisões de investimentos. Este conteúdo é exclusivo para os assinantes do UOL.

Petrobras divulga relatório de produção e vendas

A Petrobras (PETR4, PETR3) divulgou seu relatório de produção e vendas do terceiro trimestre de 2021. O resultado veio modesto, com uma produção inferior e um volume de vendas exibindo leve crescimento.

A produção total de óleo e gás atingiu 2,83 milhões de barris de óleo equivalente de petróleo (Mboed) por dia no trimestre, um recuo de 4,1% em relação ao mesmo período do ano passado e um aumento de 1,2% em relação ao segundo trimestre.

O destaque no resultado foi o pré-sal, que já é responsável por 71% da produção total da estatal, ante 67% no mesmo intervalo em 2020. O avanço da produção no pré-sal foi de 1,35% na base anual e de 3,3% na comparação trimestral, impulsionado pela maior média de produção do FPSO P-70 (campo de Atapu) e pela entrada em operação do FPSO Carioca, na Bacia de Santos. A unidade será a maior plataforma em operação no Brasil em termos de complexidade, com capacidade para processar até 180 milhões de barris por dia e 6 milhões de metros cúbicos de gás natural.

Já a produção em terra e águas rasas teve a maior queda no período, de 28%, decorrente do declínio de produção e, principalmente, do desinvestimento de campos do Polo Rio Ventura, vendidos para a 3R Petroleum (RRRP3).

A produção de gás natural, por sua vez, teve uma queda de 1,5% em relação ao segundo trimestre e de 3,75% ante o terceiro trimestre de 2020.

Em relação às vendas consolidadas (mercado interno e externo), a Petrobras registrou um aumento de 0,2% na passagem trimestral, contabilizando 3,164 milhões de barris por dia. No mercado interno, houve uma alta de 10,2%, enquanto o externo teve uma queda de 19,7%. Houve um grande aumento na importação e uma baixa na exportação de produtos, principalmente da gasolina, em razão da expansão das vendas no mercado doméstico.

O resultado da Petrobras veio com números mistos. Apesar do declínio na produção, vemos como positiva a estratégia da companhia de desinvestir em ativos não estratégicos (campos em terra, águas rasas e pós-sal) e investir na exploração e produção em campos no pré-sal, que possui um petróleo de maior qualidade e melhores retornos para a companhia.

Outro ponto positivo é o aumento da participação do petróleo do pré-sal utilizado nas refinarias da companhia. As refinarias brasileiras vêm passando por adequações para aumentar sua flexibilidade e viabilizar o refino do petróleo brasileiro. Inicialmente, esses ativos foram construídos para refinar petróleo leve importado.

A Petrobras atravessa um momento muito favorável do setor, com o petróleo acima dos US$ 80 por barril. Seu resultado será divulgado em breve e deve apresentar ótimos números, com alguns recordes.

Por outro lado, grandes lucros da estatal podem aumentar a pressão sobre a empresa, principalmente por conta da alta da gasolina, cujos preços acompanham o mercado internacional. Em meio ao crescente risco fiscal do país, esperamos uma quinta-feira (21) negativa para as ações da companhia, muito ligadas ao cenário político.

JHSF apresenta prévia operacional do terceiro trimestre

A JHSF (JHSF3), empresa de empreendimentos de alto padrão, divulgou prévias operacionais do terceiro trimestre de 2021. Os destaques positivos vieram do forte crescimento das vendas dos shoppings e hotéis da companhia. Já as receitas de suas incorporadoras, por outro lado, apresentaram queda no comparativo anual.

As vendas líquidas contratadas do segmento de incorporação da JHSF foram de R$ 333,7 milhões no terceiro trimestre, um crescimento de 46,2% no acumulado dos 9 primeiros meses deste ano. O resultado do segmento de incorporação é obtido por meio das vendas dos projetos lançados que são desenvolvidos em terrenos já pagos que a companhia mantém em seu landbank, sem a existência de permutas. Em relação ao mesmo terceiro trimestre de 2020, houve redução de 18,8% nas vendas.

Já as vendas consolidadas dos shoppings da companhia cresceram 45,1% em relação ao terceiro trimestre de 2019, superando, portanto, o período pré-pandemia, quando não havia restrições de funcionamento e capacidade. Na comparação com igual intervalo em 2020, a expansão das vendas foi de 74,1%. Os shoppings voltados ao público de alta renda se destacaram. As vendas do Shopping Cidade Jardim e do Catarina Fashion Outlet cresceram, respectivamente, 70,3% e 47,9% em relação ao período pré-pandemia.

Os hotéis de lazer, por sua vez, continuaram com altas taxas de ocupação, com destaque para 71,4% no Hotel Fasano Boa Vista, com indicadores de desempenho superiores aos observados no mesmo período em 2019 e em 2020. No segmento de gastronomia, expansão também de 2 dígitos ante 2019.

Já o aeroporto executivo internacional São Paulo Catarina aumentou a movimentação em 89,7% em comparação com o terceiro trimestre de 2020. Nos últimos meses foram iniciadas as obras da segunda expansão de capacidade do aeroporto.

Apesar da queda no segmento de incorporação, os resultados da JHSF foram majoritariamente positivos graças ao forte crescimento das vendas dos shopping centers, hotéis e do aeroporto executivo, mostrando resiliência em suas operações. Dessa forma, esperamos um impacto positivo para as ações da JHSF no curto prazo.

Este material foi elaborado exclusivamente pela Levante Ideias e pelo analista Felipe Bevilacqua (sem qualquer participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL