PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Juros no Brasil e nos EUA: 4 temas e 2 ações para ficar de olho hoje

Conteúdo exclusivo para assinantes

Carol Paiffer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/03/2021 04h00

Veja no Café com Mercado, do UOL Economia+, quatro assuntos que vão afetar a Bolsa hoje (17). E duas ações de empresas para você ficar de olho.

1) Juros no Brasil

Nesta quarta-feira acontece o segundo dia da reunião do Comitê de Política Monetária, do Banco Central, que define a taxa de juros básica do país, a Selic, para as próximas semanas.

A expectativa do mercado é de que a inflação force um aumento da taxa para 2,5% ao ano, depois de permanecer inalterada em 2% ao ano desde agosto de 2020.

A definição da nova taxa mexe com as expectativas do mercado e direciona os investimentos, principalmente os de renda fixa.

2) Juros nos EUA

Além do Brasil, o Fed (Banco Central americano) também divulgará nesta quarta-feira a taxa básica de juros do país, às 15h. Como o capital estrangeiro é o que mais mexe com a Bolsa por aqui, essa divulgação também deve ficar no radar dos investidores.

Logo depois, às 15h30, o Fed fará uma coletiva de imprensa falando sobre a decisão e podendo dar dicas sobre o rumo da política monetária no país.

Devido ao anúncio da taxa de juros tanto lá como aqui, o dia de hoje é conhecido como "super quarta" pelos investidores.

3) Reforma administrativa

O ministro da economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), se reuniram ontem (16) para falar sobre a tramitação da reforma administrativa —que mexe com a estrutura de cargos e promoções dos servidores públicos.

Guedes informou que em breve divulgará mais informações sobre o assunto, e, por isso, os investidores devem ficar de olho no tema.

4) Petróleo nos EUA

O relatório semanal dos estoques de petróleo dos EUA será divulgado hoje, às 11h30. Os investidores devem ficar de olho neste assunto, pois esse dado pode refletir diretamente no preço do petróleo no país, que é utilizado pela Petrobras como referência para a política de preços de comercialização do combustível pela companhia.

Fique de Olho

A casa de análise Recomenda Ações traz para o Fique de Olho de hoje duas companhias para que o investidor mantenha em seu radar, e uma delas é internacional.

Aqui no Brasil, a equipe de análise tem uma expectativa de alta dos juros. Com isso, o setor bancário volta a ser atrativo para o investidor. Um dos bancos para ficar de olho é o Bradesco (BBDC4). Além de pagar bons dividendos e juros sob capital mensal, o banco tem foco em varejo e crédito, o que deixa a companhia em bons lençóis após grande queda sofrida desde o início da pandemia.

No mercado internacional, a BDR do Alibaba (BABA34) tem perspectiva de ganhos elevados no longo prazo. A gigante transaciona mais de US$ 1 trilhão em produtos nas suas plataformas ao ano.

Com a adaptação dos clientes ao novo modelo de consumo digital, a companhia está bem posicionada e é opção para uma "proteção na carteira", em caso de alta do dólar.

O programa Café com Mercado é apresentado pela fundadora e presidente da Atom S.A., Carol Paiffer.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Economia+ e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

UOL Economia+ fará evento para quem quer investir

Entre os dias 23 e 25 de março, o UOL Economia+ e a casa de análises Levante Ideias de Investimento realizarão evento online gratuito. O economista Felipe Bevilacqua, analista certificado e gestor especialista da Levante, comandará três grandes aulas para explicar ao leitor do UOL como assumir as rédeas do próprio dinheiro.

O evento é gratuito para todos os leitores UOL. Garanta o seu lugar no evento aqui.

Ao clicar em “Enviar”, você concorda com a Política de Privacidade do Grupo UOL e aceita receber e-mails de produtos e serviços do Grupo UOL e demais empresas integrantes de seu grupo econômico. O Grupo UOL utiliza as informações fornecidas para entrar em contato ofertando produtos e serviços. Você pode deixar de receber essas comunicações quando quiser.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE