PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Orçamento, encontro do clima e outros temas que podem afetar a Bolsa

Conteúdo exclusivo para assinantes

Carol Paiffer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/04/2021 04h00

Confira no Café com Mercado, do UOL Economia+, quatro temas que podem afetar o mercado nesta quinta-feira (22) e duas ações de empresas para você ficar de olho na Bolsa.

1) Fim da novela - Acaba nesta quinta-feira (22) o prazo para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancione o Orçamento de 2021, que define a meta de gastos do governo para este ano.

Para abrir caminho para a sanção, na segunda-feira (19) foi aprovado um projeto de lei que, entre outros pontos, garante que o governo congele R$ 9 bilhões em despesas não obrigatórias e direcione esse valor para despesas obrigatórias.

Além disso, o projeto também garante flexibilidade para que o governo movimente verbas, sem a necessidade de validação do Congresso Nacional.

É esperado que Bolsonaro vete em torno de R$ 20 bilhões em emendas parlamentares e outras despesas, segundo apurou o UOL.

Este deve ser um dos principais assuntos do dia e pode movimentar o mercado.

2) Encontro do clima - O presidente norte-americano, Joe Biden, convidou líderes mundiais para a Cúpula do Clima —evento que debate medidas para reduzir emissões de carbono no mundo. O evento começa nesta quinta, e o mercado pode reagir ao discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

É para ficar de olho.

3) Juros na área do euro - O Banco Central Europeu (BCE) divulga nesta quinta a taxa de juros da zona do euro. A política monetária é um dos principais fatores que afetam a decisão dos investidores, e isso pode se refletir na Bolsa por aqui também.

4) Seguro-desemprego nos EUA - Nos EUA, será divulgado nesta quinta, às 9h30, o número de novos pedidos de seguro-desemprego da última semana.

Essa publicação acontece semanalmente e é de grande importância para o mercado, pois revela como está a economia norte-americana.

Fique de Olho

Para o Fique de Olho de hoje, a casa de análises Recomenda Ações traz mais duas companhias que, segundo os analistas, estão abaixo do preço justo na Bolsa —ou seja, com preço das ações menor do que analistas acreditam que realmente vale.

A Ambev (ABEV3) e a Eletrobras (ELET3) tiveram grande movimentação no ano e estão em um bom momento tanto para investidores de curto prazo como para aqueles com foco no longo prazo.

Além disso, a Ambev (ABEV3) encontra-se em bom momento com a retomada dos comércios em grande parte do Brasil. Já a Eletrobras (ELET3) se beneficia com as notícias sobre o avanço da privatização.

O programa Café com Mercado é apresentado pela fundadora e presidente da Atom S.A., Carol Paiffer.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Economia+ e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.