PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Vale a pena investir em empresas de tecnologia na Bolsa?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/08/2021 04h00

Que empresas de tecnologia têm tido um crescimento expressivo nos últimos anos, muita gente já sabe. Mas vale investir nessas empresas? Será que elas têm potencial de valorização? No Papo com Especialista, programa semanal e ao vivo do UOL, o economista César Esperandio disse que o setor é promissor, mas é preciso avaliar outro ponto antes de investir.

Leia abaixo que ponto é esse, e entenda se vale a pena investir nessas empresas. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido toda quinta-feira, às 15h.

Distinção entre empresas tech

Para Esperandio, existe uma certa confusão em definir o que são empresas de tecnologia.

"Fintechs, como XP e Nubank, são empresas financeiras que têm soluções tecnológicas. Insurtechs têm uma baita tecnologia, mas são empresas de seguro. É uma empresa de seguro ou de tecnologia? As healthtechs, que são de saúde, teleatendimento, planos de saúde, já estão com uma tecnologia avançadíssima. Elas são de saúde ou de tecnologia, ou são as duas coisas? Há uma confusão nisso. Daqui para frente, se a gente não fizer uma distinção entre elas, tudo é tecnologia", afirmou ele, que também é do canal Econoweek.

Segundo o especialista, mais do que ver se a empresa usa a tecnologia como base do seu negócio, é entender o setor em que ela está inserida. Fintechs, que são empresas financeiras, estão em um setor que é considerado promissor, com muita gente ainda sem conta bancária e sem acesso a crédito.

Setores de saúde também têm muito potencial, bem como de seguros —mas nem todas as empresas que usam tecnologia estão em mercados promissores.

Fique de olho em boas empresas

Por isso, independentemente do setor, o que vale, segundo Esperando, é ficar de olho em boas empresas, sendo ela de tecnologia ou não.

"Não é porque a empresa tem muita tecnologia ou é uma empresa puramente tech, que ela é boa. Você precisa ficar de olho se ela é bem gerida, tem bons gestores, bom plano de negócios, produto promissor, se é lucrativa, tem boas perspectivas, etc.", declarou.

Para o economista, o desenvolvimento de soluções cada vez mais tecnológicas para resolver problemas é promissor.

"Essa é a tendência do mundo, mas investir em empresas de tecnologia cegamente não é o caminho. Você tem que investir em boas empresas. E encontrar essas empresas não é óbvio. Se fosse óbvio, todo mundo estava rico, investindo nelas", afirmou.

Papo com Especialista é toda quinta-feira

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, das 15h às 16h, na página inicial do UOL e do UOL e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo e-mail uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE