PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Recebeu uma bolada? Veja como escolher o melhor investimento para você

Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/09/2021 04h00

Se você recebeu uma bolada, sejam R$ 10 mil ou R$ 100 mil, existem opções de investimentos para fazer esse dinheiro render. Se você recebeu um aumento expressivo de salário, também é bom olhar opções de investimentos antes de aumentar o custo de vida. Mas como escolher? No Papo com Especialista, programa semanal e ao vivo do UOL, o economista César Esperandio mostrou quais os critérios que você precisa olhar.

Veja abaixo como escolher os melhores investimentos e assista a um trecho do programa. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido toda quinta-feira, às 15h.

Renda não define onde investir

Esperandio disse que a renda mensal de uma pessoa não define onde ela deve investir. A princípio, não é sobre quanto você ganha, mas sobre quanto você gasta.

Quando alguém recebe uma bolada de uma vez ou um aumento de salário, o primeiro impulso é realizar alguns desejos de consumo. Para quem ganhou aumento de salário, o perigo é aumentar o custo de vida sem grandes planejamentos.

Para quem ganhou uma bolada, o primeiro passo é respirar e realmente realizar aquela meta que estava planejada, desde que ela não consuma mais de 30% do que você recebeu. Neste caso, reserve 70% para investir e realizar metas maiores e futuras.

Já quem recebeu um aumento de salário, a recomendação é aumentar a fatia do investimento em uma proporção maior do que a fatia do custo de vida.

Por exemplo: você recebia R$ 3.000 e seu custo de vida era de R$ 2.500 e você investia R$ 500. Agora, você recebe R$ 6.000. Para muita gente, a primeira reação é dobrar o valor investido (R$ 1.000) e dobrar o custo de vida (R$ 5.000). É aí que muita gente erra, se enrola financeiramente e perde uma grande oportunidade de acelerar a realização de alguma meta.

Se seu salário dobrou, não dobre o custo de vida: se você consegue viver com R$ 2.500, por que aumentar esse custo? Se a ideia é ter uma vida mais tranquila, aumente esse custo em 10% (R$ 2.750) ou 20% (R$ 3.000). A ideia é aproveitar o aumento de salário para aumentar a fatia de investimentos. No exemplo, se antes você só conseguia investir R$ 500 por mês, agora consegue investir até R$ 3.000 e acelerar suas metas.

Entenda quem é você como investidor

"Não é porque você ganha um salário mínimo ou R$ 20 mil, que isso vai determinar onde você deve investir. Investir vai muito além disso. Tem muito mais a ver com o seu perfil de investidor", afirmou Esperandio, que também é do canal Econoweek.

Para o economista, o investidor deve se fazer algumas perguntas antes de decidir por este ou aquele investimento.

"Você aceita correr mais riscos, com a perspectiva de ter um retorno muito maior, mas vai ter uma volatilidade maior e com chance de ter prejuízo, dependendo da situação? Essa é uma pergunta que tem que ser feita", declarou.

Segundo ele, ao abrir conta em uma corretora de valores, você tem que responder a um questionário, que ajuda a entender o seu perfil de investidor.

Reserva de emergência vale para todos

O economista disse que, independentemente de quanto é o seu salário por mês, o primeiro passo no mundo dos investimentos é montar a sua reserva de emergência.

Antes de fazer outros investimentos, disse Esperandio, é preciso avaliar quais aplicações você já tem, qual o seu patrimônio, quais os seus objetivos.

"O que você quer fazer com essa grana? É criar uma reserva para a aposentadoria? Ou é juntar uma grana para a formatura do filho daqui a dois anos? Percebe que os objetivos são diferentes e, por isso, o tipo de investimento também?", afirmou o economista.

"Portanto, o produto de investimento que você vai buscar não tem a ver com quanto você ganha."

Papo com Especialista é toda quinta-feira

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, das 15h às 16h, na página inicial do UOL e do UOL e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo e-mail uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE