PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Ações do Magazine Luiza estão caindo, e você perdendo muito; o que fazer?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

16/12/2021 04h00

Se você tem ações da empresa Magazine Luiza, considerada por muitos como a queridinha dos investidores, deve estar se perguntando: o que fazer agora que o preço dos ativos da varejista caiu muito? No Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, o economista César Esperandio explica que a desvalorização do Magalu está relacionada, entre outros motivos, com a alta da taxa Selic.

"Com a taxa de juros mais alta, sobra menos dinheiro para o brasileiro gastar com outras coisas, inclusive comprando no Magalu", afirmou. Ele mostra ainda o que fazer com as ações em queda.

Leia a explicação dele e assista abaixo ao trecho do programa do dia 9 de dezembro. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido toda quinzenalmente, às quintas-feiras, das 15h às 16h.

Brasileiro com menos dinheiro para gastar

"Muita gente investiu no Magalu porque viu a empresa 'explodir' [ser valorizada] ao longo de 2020. Mas, como é típico da renda variável, rentabilidade passada não é garantia de retorno no futuro", declarou Esperandio, que também é do canal Econoweek.

Do início do até o dia 2 de dezembro, o Magalu havia perdido R$ 118 bilhões em valor de mercado.

Segundo ele, um dos motivos da queda das ações do Magazine Luiza é o próprio setor varejista, que, como um todo, está sofrendo no país. "Aqui, a pandemia não acabou, temos alta da Selic e um problema inflacionário mais grave, por conta de desmandos do governo que impactam em dólar alto, o que se reflete na alta dos preços", explicou.

Com a taxa de juros mais alta, diz o economista, sobra menos dinheiro para o brasileiro gastar com outras coisas, inclusive comprando no varejo. "Sendo assim, as receitas do setor varejista como um todo podem não ser tão boas", disse.

Além disso, segundo Esperandio, pode haver outras particularidades que afetam especificamente o Magazine Luiza, como resultados ruins e perspectivas não muito animadoras. "Mas aí é preciso analisar a ação", afirmou.

Recomendação: sempre diversificar

Esperandio diz que a recomendação é o investidor procurar sempre diversificar. "Nunca aposte numa bala de prata, de jeito nenhum, seja cripto, seja Magalu, seja o 'próximo Magalu' que pode valorizar muito. Não aposte todas as fichas, porque em nada há milagre", declarou.

Para ele, o mundo dos investimentos exige paciência e calma. "Apostar num único ativo achando que ele vai salvar as suas finanças não é o caminho. Por isso, sempre diversifique", afirmou.

O que fazer com as ações do Magalu?

Vender ou não vender as ações do Magazine Luiza agora? Para o economista, o investidor deve avaliar as perspectivas para essas ações.

"Veja se vale a pena realizar o prejuízo [vender as ações mesmo com o preço em baixa] agora ou segurar as pontas, analisando os indicadores fundamentalistas e balanços contábeis da empresa, e reverter esse prejuízo no futuro, quando a economia melhorar", disse.

Papo com Especialista é quinzenal

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, quinzenalmente, das 15h às 16h, na página inicial do UOL, no UOL Economia e no UOL Investimentos, e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo e-mail uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Felipe Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envia sua pergunta para duvidasparceiro@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE