PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Previdência privada não é uma só; o que devo olhar antes de escolher?

Previdência privada: o que olhar antes de contratar um plano? - iStockphoto
Previdência privada: o que olhar antes de contratar um plano? Imagem: iStockphoto
só para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/07/2022 04h00

Se você está pensando em contratar um plano de previdência privada, veja o que olhar antes de investir nisso. No Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, a planejadora financeira Vivian Rodrigues afirma que o primeiro passo é entender o objetivo deste dinheiro.

Leia a explicação dela e assista abaixo ao trecho do programa. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido semanalmente, às quintas-feiras, das 16h às 17h.

Analisar o objetivo da previdência privada

"Antes de investir em previdência privada, você deve pensar qual o objetivo desse dinheiro. É para a aposentadoria? É para a faculdade do filho? É para uma viagem no final do ano?", diz Vivian.

Segundo ela, se o prazo for muito curto, "não será uma boa ideia" investir em previdência privada. "Se o prazo for mais longo, pode ser que este tipo de investimento se torne mais viável", afirma.

A previdência privada não é a única forma de garantir a aposentadoria. Leia mais aqui.

Definir seu perfil de investidor

O segundo ponto a ser considerado, segundo Vivian, é pensar no seu perfil de investidor: conservador, moderado ou mais arrojado.

"Isso serve para você definir qual seria o perfil da sua previdência privada, porque há várias opções no mercado. Por isso, você precisa buscar uma que esteja alinhada ao seu perfil de investidor", afirma.

Olhar a estratégia de investimento

A planejadora financeira diz que o passo seguinte é olhar a estratégia de investimento como um todo dentro da sua carteira. "Vale entender como, dentro da sua estratégia, a previdência privada vai ser incluída", afirma.

Vivian diz que fazer a previdência privada para a reserva financeira não é uma boa estratégia. "Para a reserva financeira, você precisa de um produto que possa ser acessado a qualquer momento e que não tenha oscilações", diz. Para isso, segundo ela, há outras opções melhores.

"Na previdência, se você faz um saque hoje, só pode fazer novo saque após 60 dias. Se você tiver uma emergência dez dias depois do primeiro saque, você não vai poder acessar esse dinheiro", declara.

Avaliar o tipo de produto

Segundo Vivian, a etapa seguinte é avaliar o tipo de produto em que você vai fazer esse investimento: se é uma previdência mais conservadora ou mais arrojada.

"Você deve buscar informações sobre esses fundos. Quais são as taxas? Há taxas de carregamento, taxa de saída e taxa de entrada. Você deve buscar opções que tenham taxas zeradas; buscar taxas de administração que sejam mais baixas, em uma referência de até 2%", diz ela.

Outra busca que deve ser feita, antes de investir, é por previdências que tenham o histórico de investimento que se equipara ou se sobressaia às referências de mercado. "Por exemplo, se é uma previdência que investe em renda fixa, ela precisa, pelo menos, garantir uma rentabilidade acima da taxa Selic", afirma.

Em resumo, a planejadora financeira diz que primeiro é entender o projeto, depois o seu perfil de investidor, para, só depois, pensar na estratégia da sua carteira e ver como a previdência se inclui nela.

Entenda também a diferença entre uma aposentadoria PGBL e uma do tipo VGBL. Escolher um produto errado pode fazer com que o investidor perca dinheiro, o que, no caso da aposentadoria, pode se tornar um pesadelo. Saiba mais aqui.

Papo com Especialista é semanal

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, semanalmente, das 16h às 17h, na página inicial do UOL, no UOL Economia e no UOL Investimentos, e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo email uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Rafael Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.