IPCA
0,42 Fev.2024
Topo

Dólar está em queda: é hora de comprar? Devo investir?

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/04/2023 04h00Atualizada em 12/04/2023 18h49

Com dólar em queda, é uma boa hora para comprar e investir, dizem especialistas. O dólar comercial fechou abaixo de R$ 5 nesta quarta-feira (12), pela primeira vez em dez meses.

O que está acontecendo?

Inflação está em queda. Um dos motivos para a queda da moeda é a redução do ritmo da inflação, que foi de 0,71% em março e e de 4,65% no acumulado em 12 meses. É a menor taxa acumulada em menos de dois anos.

Bolsa sobe e o dólar cai. Juros altos podem estar próximos do fim, o que leva mais investidores para a Bolsa, inclusive estrangeiros.

Exportadoras também ajudam na queda do dólar. Com safras recordes, as exportadoras estão com os ganhos em alta - e trazem boa parte desses recursos em dólar para o país. Isso aumenta o fluxo da moeda e contribui para a queda em relação ao real, diz Luciano Rostagno, estrategista-chefe do banco Mizuho.

Todos os olhos estão voltados para a inflação nos EUA. Qualquer número forte divulgado na quarta-feira deve alimentar apostas de que o Federal Reserve continuará elevando os juros em sua próxima reunião de política monetária, no início de maio, o que faz com que o dólar se valorize.

É hora de comprar dólar?

Aproveitar os preços baixos agora é uma boa oportunidade. Isso vale para quem quer viajar ou fazer uma poupança em moeda americana. A dica é se preparar para uma viagem comprando a moeda aos poucos, aproveitando esses momentos de baixa.

Também vale investir em produtos lá de fora. São várias opções, como fundos cambiais, ações de países por meio de ETFs (Exchange Traded Funds), ou até recibos de ações estrangeiras negociados na Bolsa, chamados de BDRs.

É bom ter parte dos investimentos em dólar, diz especialista. "Tanto para proteção do dinheiro, quanto para guardar dinheiro para comprar um item de consumo, afinal parte dos preços são dolarizados", diz Breno Bonani, analista da OnTick Invest, de Vitória (ES). Todos os produtos - de um tênis importado, um aparelho celular ou até o pãozinho na padaria - têm o dólar como componente de seu preço em real. Por isso, o analista recomenda proteger seu dinheiro, colocando uma parte em dólar.

Como investir em dólar?

ETFs são uma opção. Um fundo ETF tenta replicar um índice de referência de alguma bolsa de valores. O ETF do Brasil, o EWZ, rende o mesmo que o Ibovespa, por exemplo. Um ETF que Lucas de Caumont recomenda é o SPXB11, que segue a Bolsa de Valores de Nova York e seu índice, o SP500.

Vale investir em ações por meio de BDRs. Os BDRs (Brazilian Depositary Receipts) permitem investir em ações estrangeiras e são negociados na B3. Mas há quem prefira comprar ações diretamente do mercado americano. Corretoras autorizadas nesse segmento permitem essa operação.

* Com informações da agência Reuters.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.