Só para assinantesAssine UOL

Saiba investir para não copiar os investimentos de amigos ou da moda

Você já investiu por sugestão de um amigo e se deu mal? Já colocou seu dinheiro em algum produto financeiro só porque todo mundo estava fazendo isso? Saiba o que fazer para não seguir "modinhas" em seus investimentos. Ter clareza sobre o seu momento de vida é uma das soluções, segundo a planejadora a planejadora financeira Keylla Santos, no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL.

Essa matéria faz parte da série sobre o universo das finanças comportamentais. É um um trecho do programa completo de 30 de novembro. A série trouxe outras três lives, e assinantes podem rever as aulas quantas vezes quiserem. Veja o primeiro, o segundo e o terceiro aulão completos.

Assista ao aulão no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, todas as quintas-feiras, das 16h às 16h40. Assine aqui e participe!

A última série do Papo com Especialista foi sobre como sair das dívidas para começar a investir. Para saber mais, acesse "Depois de sair das dívidas, como investir para realizar seus sonhos?".

Como não seguir modinhas nos investimentos

Entenda qual é o seu objetivo e projeto de vida por trás daquele investimento. "Isso é essencial. Sem fazer essa reflexão, fica mais difícil escolher os investimentos mais adequados para você. Para fugir de modinhas, você precisa olhar da porta para dentro", declara.

Tenha clareza do seu perfil de risco, do seu momento de vida e da sua capacidade financeira.

Conheça bem o funcionamento dos produtos de investimento. "Você pode achar que uma mudança de mercado vai impactar a carteira, ou até tem um impacto pontual, mas, às vezes, aquele investimento precisa de certa maturidade, de um certo tempo, até você ter o resultado esperado", afirma.

Continua após a publicidade

Se você tem clareza dos seus objetivos e da visão de longo prazo, se entende como funcionam os produtos de investimento e se sabe qual o seu perfil de risco, dificilmente você vai ficar sendo marionete nas mãos de outras pessoas.
Keylla Santos, planejadora financeira

Como não ser enganado nos investimentos por sugestões alheias

É importante ficar atento ao receber recomendações de amigos, influenciadores ou até de gerentes de bancos. "É muito fácil a gente ter uma visão distorcida, ou as informações serem apresentadas de forma incompletas ou com recorte para direcionar as nossas análises", diz Keylla.

Busque conhecimento e informações sobre o assunto, para conseguir ser mais crítico em relação a essas recomendações.

Tenha clareza do que você está buscando com os investimentos. É preciso entender qual o objetivo daquele dinheiro. É para a reserva financeira, para a faculdade dos filhos, para uma viagem, para a compra da casa própria, para a aposentadoria? "É importante ter um porquê por trás do investimento, para você entender se aquele determinado produto atende às suas necessidades", afirma. Por exemplo: para a reserva financeira, o investimento precisa ser seguro, ter liquidez (resgate rápido) e uma rentabilidade justa.

Faça perguntas, questione, tire dúvidas. Não saia da conversa com dúvidas, não tenha medo de parecer que as perguntas são iniciais, diz Keylla. Você precisa saber, por exemplo, sobre o risco envolvido, resgate do dinheiro, taxas, impactos de um cenário adverso, etc.

Continua após a publicidade

Uma pergunta norteadora que pode te ajudar muito é: 'Essa sugestão beneficia quem? Esses benefícios são apresentados de maneira clara?'. Colocando essas informações na mesa, é mais fácil para você tomar uma decisão.

Tenha cuidado com as heurísticas. Elas são a nossa tendência de cortar caminho para tomar uma decisão. Isso pode te levar ao erro e ao "efeito manada", que é seguir uma recomendação somente por que está todo mundo fazendo.

Quer saber como economizar e investir, além do que está acontecendo na economia? Conheça e siga o novo canal do UOL "Economize e Invista" no WhatsApp.

Aulão: Entenda suas emoções para investir melhor seu dinheiro

Não adianta só entender como funciona cada tipo de investimento. Para investir bem, você precisa entender o seu perfil e como suas emoções podem ajudar ou atrapalhar nas escolhas que você faz com seu dinheiro. Pensando nisso, o UOL preparou uma série de três lives para falar sobre o universo das finanças comportamentais, para ajudar os investidores a usar as emoções a seu favor e tomar decisões mais inteligentes e rentáveis.

A primeira live mostra que, no momento de fazer escolhas dos investimentos, não são só questões racionais que interferem. Há as influências e os erros na forma de perceber as informações. O segundo aulão mostra como sua mentalidade te atrapalha na hora de escolher os melhores investimentos. O terceiro fala sobre como lidar com suas emoções para tomar decisões mais inteligentes e rentáveis nos investimentos.

Continua após a publicidade

Assista ao aulão no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, todas as quintas-feiras, das 16h às 16h40. Assine aqui e participe!

A última série do Papo com Especialista foi sobre Como sair das dívidas e ter mais dinheiro para investir e realizar sonhos. Para saber mais, acesse este link.

Quer investir melhor? Receba dicas no seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido? O UOL tem uma newsletter diária gratuita que o ajuda nesse objetivo. Assine o Por Dentro da Bolsa aqui. Você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pela equipe do PagBank Investimentos para aprender a investir melhor.

Você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor o seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui. UOL Investimentos ainda tem diversos conteúdos diários que te ajudam a lidar melhor com seu dinheiro.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes