PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Quanto preciso investir no Tesouro Direto para ter os primeiros R$ 100 mil?

Exclusivo para assinantes UOL
Sílvio Crespo

Sílvio Crespo é sócio do Grana, aplicativo que automatiza o IR de investimentos na Bolsa. Como jornalista de economia, ganhou diversos prêmios, inclusive o de melhor blog de economia do Brasil, concedido pela Case New Holland, pelo antigo blog Achados Econômicos, no UOL. Paralelamente, hoje cursa psicologia na USP.

18/06/2021 04h00

Para acumular os primeiros R$ 100 mil, quanto é preciso investir por mês no Tesouro Direto?

Na coluna de hoje eu compartilho com você algumas simulações que fiz já considerando a nova taxa básica de juros, a Selic, que subiu para 4,25% ao ano.

Você vai ver quanto aplicar mensalmente, ao longo de 10, 20 ou 30 anos, para chegar nos primeiros R$ 100 mil via títulos públicos.

Quanto investir em 10 anos

Veja quanto investir por mês, ao longo de dez anos, para acumular R$ 100 mil em títulos do Tesouro.

Repare que, com o título Tesouro Selic, a soma das parcelas dá bem mais de R$ 100 mil. Essa diferença ocorre porque esse título está com um rendimento real negativo, ou seja, sua rentabilidade perde para a inflação.

  • Tesouro Selic 2024: R$ 1.025

  • Tesouro Selic 2027: R$ 1.021

  • Tesouro Prefixado 2024: R$ 861

  • Tesouro Prefixado 2026: R$ 847

  • Tesouro Prefixado (com juros semestrais) 2031: R$ 821

  • Tesouro IPCA 2026: R$ 813

  • Tesouro IPCA 2035: R$ 795

  • Tesouro IPCA 2045: R$ 795

  • Tesouro IPCA (com juros semestrais) 2030: R$ 801

  • Tesouro IPCA (com juros semestrais) 2040: R$ 793

  • Tesouro IPCA (com juros semestrais) 2050: R$ 791

Quanto investir por mês durante 20 anos

  • Tesouro Selic 2024: R$ 536
  • Tesouro Selic 2027: R$ 532

  • Tesouro Prefixado 2024: R$ 376

  • Tesouro Prefixado 2026: R$ 363

  • Tesouro Prefixado (com juros semestrais) 2031: R$ 340

  • Tesouro IPCA 2026: R$ 333

  • Tesouro IPCA 2035: R$ 318

  • Tesouro IPCA 2045: R$ 318

  • Tesouro IPCA (com juros semestrais) 2030: R$ 322

  • Tesouro IPCA (com juros semestrais) 2040: R$ 316

  • Tesouro IPCA (com juros semestrais) 2050: R$ 314

E por 30 anos

  • Tesouro Selic 2024: R$ 373

  • Tesouro Selic 2027: R$ 369

  • Tesouro Prefixado 2024: R$ 218

  • Tesouro Prefixado 2026: R$ 206

  • Tesouro Prefixado (com juros semestrais) 2031: R$ 185

  • Tesouro IPCA 2026: R$ 180

  • Tesouro IPCA 2035: R$ 167

  • Tesouro IPCA 2045: R$ 167

  • Tesouro IPCA (com juros semestrais) 2030: R$ 171

  • Tesouro IPCA (com juros semestrais) 2040: R$ 166

  • Tesouro IPCA (com juros semestrais) 2050: R$ 164

Ficou decepcionado? Veja alternativas

Eu chutaria que você ficou decepcionado com o Tesouro Direto ao ver essas simulações. Normal. As aplicações de baixíssimo risco, como são os títulos públicos, apresentam uma rentabilidade muito baixa em comparação com as de risco médio e alto.

Para você ter uma ideia, entre os fundos de investimento imobiliários (FIIs), existem papéis pagando até 15% ao ano. Nesse ritmo, com apenas R$ 450 mensais se chega aos R$ 100 mil em 10 anos.

Conheço pessoas que não podem nem ouvir falar em investir na Bolsa, por medo de perder dinheiro. Mas se você está acumulando patrimônio para o futuro, vale a pena refletir sobre o que é melhor: fugir da renda variável a qualquer custo ou estudá-la para aumentar as chances de ter um retorno maior?

Premissas das simulações

Nas simulações acima, foi considerada a inflação projetada para 2021 no Boletim Focus, do Banco Central. Também já está descontado dos cálculos o Imposto de Renda sobre aplicações de longo prazo, que é de 15%.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL